Cultura

Publicado: Sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Viva, Itu!

Uma cidade, vários apelidos e um passado de glórias.

Crédito: Jéssica Ferrari/Itu.com.br Viva, Itu!

Por Jéssica Ferrari,

Não é qualquer cidade que pode se orgulhar de ter mais de 400 anos de uma história riquíssima, tendo sido cenário para grandes acontecimentos que alteraram a narrativa do país e terra onde ilustres cidadãos nasceram e outros decidiram viver. Itu tem um passado de glórias, que ainda hoje se pode reviver em detalhes que se espalham pelas suas ruas centrais, se mantém em belíssimos patrimônios tombados e/ou refletem nos costumes de seu povo.  

Pequena cidade do interior de São Paulo, mas que se agiganta quando o assunto é memória. Por aqui, o tempo não parou não, mas nem por isso o passado ficou para trás e foi esquecido. Quem tocou esse chão com amor, deixou marcas que inspiram e encantam. Itu se orgulha de ter laços especiais com Padre Bento Dias Pacheco, Madre Maria Teodora, Elias Álvares Lobo, Tristão Mariano da Costa, Padre Jesuíno do Monte Carmelo, Almeida Júnior, Francisco Flaviano de Almeida (Simplício) e outras importantes figuras.

Dona de diversos “apelidos”, a cidade de Itu é também conhecida por Roma Brasileira, Berço da República, Cidade dos Exageros, a Fidelíssima e Boca do Sertão. Títulos esses que foram conquistados por se destacar em setores como a política, economia e religiosidade. Em seus quatro séculos acomodou jesuítas, republicanos, bandeirantes, fazendeiros, operários, imigrantes italianos, espanhóis, japoneses e muitos outros.

Hoje, herda muitos costumes, tradições culturais e religiosas dos que por aqui passaram. Eventos como o Estouro do Judas, o Desfile do Divino, a Procissão de Corpus Christi, Procissão de Santa Rita, Procissão de São Cristóvão, Festa Italiana, Festa Japonesa, Festa das Nações e outros integram o calendário do município.

Itu também é terra de humor! Ficou conhecida mundo à fora por conta do humorista Simplício, que participava do programa Praça da Alegria, na extinta Rede Tupi. E atrai turistas com seu orelhão e semáforos gigantes, instalados na Praça Padre Miguel (Matriz) e com sua Praça dos Exageros. Desde 2017 promove ainda a Festa dos Exageros, para celebrar a fama da "cidade onde tudo é grande!"

Até nos esportes o município fez história. O Ituano Futebol Clube é um dos mais antigos e tradicionais clubes do interior do Estado de São Paulo. O time é o orgulho da população e leva o nome da cidade por todo o país, já que disputa competições na elite do futebol paulista. Foi no Ituano que o atacante "Django", maior artilheiro da história do clube e um dos maiores goleadores do Brasil (tendo anotado 349 tentos em sua carreira) começou a jogar bola. Em 1992, o clube revelou ainda outro grande ídolo: Osvaldo Giroldo Júnior, o "Juninho Paulista", que se tornou o maior jogador da história do clube e fez sucesso pelo mundo, retornando ao Ituano em 2009 agora como gestor. 

Os ituanos podem se orgulhar ainda de terem nascido na terra onde começou a ser jogado o esporte mais amado dos brasileiros. Itu foi o primeiro lugar do Brasil a praticar o futebol de maneira organizada. A atividade ocorria no Colégio São Luís, um dos mais tradicionais e respeitados da época, onde estudavam os filhos da elite paulista. Saiba mais na matéria do jornalista Rodrigo Gasparini!

E falando sobre locais importantes, não podemos esquecer de mencionar os diversos pontos turísticos que a cidade possui e que atrai milhares de turistas todos os anos. Além de oferecer um rico e diversificado patrimônio histórico, cultural e artístico como os museus e as belíssimas igrejas, Itu permite contato direto com a natureza e muitas opções de lazer em seus campings e fazendas. Por aqui, é possível até se lembrar dos dinossauros e voltar a era glacial visitando o Parque Geológico do Varvito.

A Estrada Parque de Itu localiza-se em um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica do interior de São Paulo, nas APAs Itu-Rio Tietê e Cabreúva-Jundiaí, estendendo-se por 48,9 quilômetros na Rodovia dos Romeiros (SP-301), beirando o Rio Tietê. Em seus 3,4 mil hectares, além de uma rica biodiversidade, com espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção, quedas d´água, grutas e nascentes. Saiba mais na matéria de Deborah Dubner!  

Itu sedia ainda o Centro de Experimentos Florestais SOS Mata Atlântica – Heineken Brasil, desde 2007. Uma referência na área da restauração florestal. Lá funciona um viveiro com capacidade de produzir 750 mil mudas de 110 espécies nativas da Mata Atlântica por ano, que são implantadas em projetos na região e dentro da própria fazenda.

Por tudo isso e muito mais, que Itu merece ser abraçada todos os dias por um olhar especial. Cuidada por mãos que saibam preservar e celebrada a cada novo dia. Viva Itu! 


"Cidade do interior, sim senhor! E com muito orgulho! Tenho marcas do passado e uma pitada do futuro. Não hei de perder minhas crenças, nem meus marcos, nem meu gigantismo, mesmo que minhas ruas fiquem lisas, e meus casarões virem ruínas. Não vou esquecer jamais dos que aqui passaram, e sempre abrirei os braços para os que vierem de coração puro!" (JFF) 

Comentários

Ariza Centro Veterinrio