Colunistas

Publicado: Quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Roda Morta

Crédito: Divulgação / Internet Roda Morta
Roda Morta ou Roda Quadrada? Roda Viva não é mais...

Com mais de trinta anos de existência o programa Roda Viva, da TV Cultura, costumava ser referência de bom jornalismo e sobretudo da arte de entrevistar. Ao longo do tempo pode-se até fazer um ranking dos âncoras que por ali passaram e, por critérios pessoais, escolher os que mais agradaram ou não. Independentemente disso, o Roda Viva sempre foi uma espécie de baliza.

O viés ideológico esquerdista conseguiu destruir esse patrimônio da televisão brasileira. Um âncora despreparado, entrevistadores comprometidos com o marxismo e entrevistados muitas vezes irrelevantes são o caldo existente hoje. As perguntas são pré-pautadas, repetitivas e adequadas de acordo com o entrevistado. Se é de esquerda, perguntas amenas. Se não é de esquerda, perguntas enviesadas e bobas.

Para tristeza geram dos que amamos o bom jornalismo, o que temos agora pode ser chamado de Roda Morta ou Roda Quadrada, menos de Roda Viva. A arte de entrevistar não é para qualquer um. Por isso existem manuais e aulas sobre isso na faculdade. Mas há quem não ligue pra isso e depois fique reclamando de fake news. Como estamos vendo, também há maus jornalistas conseguindo fabricar entrevistas falsas.

Jornalismo Brasileiro: descanse em paz!

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo