Esportes

Publicado: Segunda-feira, 24 de junho de 2019

Ituano vence novamente e se classifica para as oitavas da Série D

Fora de casa, Galo de Itu fez 0x2 contra a Caldense.

Crédito: Wagner Silva - Agência #41 Ituano vence novamente e se classifica para as oitavas da Série D
Claudinho comemora gol com Felipe e Corrêa

Apesar da vantagem garantida no primeiro jogo, o Ituano enfrentou a Caldense nesse dia 23 de junho com muita garra e disciplina. E assim, conseguiu novamente derrotar o adversário e se classificar para as oitavas de final do Campeonato Brasileiro Série D. A vitória por 0×2 teve a presença de quase 100 torcedores da Galoucura e Ferroviários, que viajaram 200 km até Poços de Caldas e comemoraram com o Galo de Itu a conquista da vaga.

“A gente soube jogar este mata-mata com espírito de equipe. Tivemos uma disciplina tática muito boa. Nós soubemos sofrer e controlar o jogo neste confronto difícil contra a Caldense. Estamos muito focados nesta competição. A chave desta classificação é que não só os 11 que estavam em campo, mas todos os atletas a disposição e também todos da comissão técnica e staff estão pensando no mesmo objetivo. Estava claro para todos o que nós tínhamos que fazer e colocamos em prática apesar de todas as dificuldades que a Caldense nos impôs”, explicou Vinicius Bergantin que antes de chegar em Itu na viagem de retorno ficou sabendo do resultado final em Taguatinga.

O próximo adversário será o Vitória, que venceu o Brasiliense por 2×1 e conquistou uma vaga. O primeiro jogo será no Espírito Santo e a partida de volta no Estádio Novelli Júnior.

O jogo

O Ituano começou a partida sendo pressionado. Com bolas cruzadas e escanteios conquistados nos primeiros quinze minutos. A intensidade do jogo da Caldense era neutralizada com eficiência pelo sistema defensivo do Galo. Pegorari quase não foi acionado. Até que a garra e a vontade de vencer das duas equipes provocaram lesões. A Caldense perdeu o atacante Leleco e o meia Guilherme Martins com menos de 30 minutos. E o Ituano perdeu o zagueiro Mateus que sofreu uma pancada na cabeça e um corte nos supercílios. Sangrando, o jogador teve que deixar o campo e recebeu 3 pontos do médico Alexandre Santoro.

O jovem Fellipe entrou no seu lugar e deu conta do recado. Manteve o nível de jogo e no final foi premiado com um gol. “Saiu um escanteio e o Corrêa sempre fala para nós. ‘Ataca a bola!’ Nós sabemos que a bola parada dele é boa. Ele cruzou no segundo pau e fui feliz em cabecear e fazer o gol”. Assim como Mateus, Fellipe também veio da base e fez contra a Caldense seu 25º jogo pelo clube. E marcou seu primeiro gol. “Foi uma emoção muito grande. É uma explosão de alegria. O gol realmente é o melhor momento do futebol. Poder marcar um gol pelo clube que me acolheu tão bem desde que cheguei aqui, é um momento único na minha carreira. Só tenho que agradecer a Deus por tudo que vem acontecendo na minha vida”, disse Fellipe.

Nos acréscimos, o gol fatal de Claudinho. “Foi um contra-ataque. O Corrêa mais uma vez foi feliz na assistência. Ele viu minha movimentação e fez a jogada. Recebi na frente e fui coroado com este gol. Estou feliz em comemorar a marca de 120 jogos com um gol. Não é qualquer jogador que chega a esta marca”, comentou Claudinho que agora tem 13 gols pelo Ituano.

Comentários

Ariza Centro Veterinrio