ponto-turístico-orelhao

Desafie seus limites: pratique esportes radicais!

Publicado: Quarta-feira, 25 de novembro de 2009 por Camila Bertolazzi


Mais de 400 mil brasileiros já se renderam a essa pratica.

Praia Secreta Expedições
Foto
Desbravar belas corredeiras descendo a bordo de um bote. Esse é o rafting.
Por Camila Bertolazzi
 
Desafiar limites, enfrentar seus medos e testar até que ponto o seu corpo aguenta a pressão, em nome da adrenalina! A prática de esportes radicais que desafiam a vida está na moda. Seja no ar, na água ou na terra, cada vez mais esportistas estão embarcando nessa onda. Conheça algumas opções de esportes radicais!
 
De acordo com uma pesquisa realizada em 2008 pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), mais de 400 mil brasileiros já se renderam a alguma modalidade de esporte radical. Para a associação, a procura se deve porque os esportes são realizados em meio a paisagens naturais que proporcionam aos aventureiros uma sensação de risco controlada por meio de equipamentos de segurança.
 
A estudante Juliana Solange, de 25 anos, adepta do rafting, canyoning, boia cross e trilha, conta que praticar esportes radicais foi um jeito que ela encontrou de se aproximar da natureza, sentir sua energia, seus perigos e, principalmente, para conhecer seus próprios limites. “Quando estou praticando um desses esportes é como se não existisse mais nada, pois tudo se torna pequeno perto do que está acontecendo”, explica. Além disso, Juliana destaca a importância do esporte para a saúde. “Praticar esportes é essencial para as nossas vidas; faz bem para a saúde do corpo e principalmente da alma. As energias negativas vão embora e fica apenas a sensação de bem estar”.
 
Os esportes radicais também fazem parte da vida do empresário Luciano Pereira de Moraes que viu o hobby se tornar profissão. “Sempre fui apaixonado por adrenalina, e desde criança busco diferentes maneiras para obtê-la. Hoje sou jogador de paintball e proprietário de uma agência de Ecoturismo e esportes de aventura em Itu”.
 
A região de Sorocaba oferece várias opções para a prática desses tipos de modalidades. Nas cidades de Apiaí e Iporanga, está localizado Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (Petar), com mais de 300 cavernas e dezenas de cachoeiras. Piedade, Salto de Pirapora, Votorantim e Sorocaba também possuem belas cachoeiras que favorecem o canyoning. Mas o grande destaque da região é Brotas, conhecida como a capital dos esportes radicais.
 
Itu também possui lugares bem estruturados que oferecem esportes radicais e seguros. No Camping Cabreúva os principais atrativos são arvorismo, escalada, rapel e tirolesa. Além desses esportes, o Camping Carrion também oferece o paintball. “Nós investimos nessa área porque está na moda e atrai um público diferenciado que pratica esportes em meio à natureza”, afirma Lino Carrion, proprietário do camping. O Camping das Pedras e o Pesqueiro e Pousada Maeda também aderiram a essa moda. O diferencial radical do Camping Casarão são os tours por grutas e cavernas.
 
As tentações são muitas, mas antes de se aventurar em meio à natureza é preciso se preparar. Uma dica é procurar uma agência especializada no esporte. Ela poderá oferecer as melhores condições e levar os esportistas aos melhores locais. Essas empresas têm instrutores capacitados e todos os equipamentos necessários. Conheça os dez mandamentos da Aventura Segura, que funcionam como um guia para aproveitar a aventura de forma segura e com respeito ao meio ambiente.
 
O instrutor e Gestor Ambiental, João Paulo Escanhoela, dá outras dicas importantes: “Pratique atividades físicas regulamente, desenvolva a atividade escolhida de forma gradativa até atingir o grau mais ousado e desafiador, esteja sempre bem equipado e principalmente respeite a natureza, os colegas e os próprios limites”, conclui.
 

Faça parte dessa matéria você também! Envie fotos suas praticando algum esporte radical e depoimentos de como foi essa experiência.

Tags: camping cabreúva, camping das pedras, camping casarão, camping carrion, pesqueiro maeda, esporte radical

  • Comentários