Entretenimento

Publicado: Quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Vamos fazer uma vakinha?

Conheça um webprojeto que ajuda a realizar muitos sonhos!

Crédito: site vakinha.com.br Vamos fazer uma vakinha?
Vakinha.com.br: você pode ajudar, torcer, acompanhar, receber e curtir

Por Deborah Dubner

Esta é a quarta reportagem da série Web do Bem. Se você conhece projetos na web com essa vocação, mande sua sugestão para info@itu.com.br!

Antigamente, quando a vida era mais mansa e a distância menos longa, a família ou grupo de amigos se organizava rapidamente e fazia uma vaquinha para comprar um presente especial para alguém querido, ou ajudar em alguma situação de necessidade. Era um gesto comunitário, que promovia a força do coletivo, através de pequenas doações de muitos.

Esta prática ainda existe. Mas o mundo hoje anda mais rápido, porque o tempo encurtou e a distância alongou. Embora a vontade de participar seja ativa nas pessoas, muitas vezes a vaquinha não acontece por pura correria, dificuldades operacionais ou falta de alguém para organizar.

Pronto! Nasce uma idéia! “Esse projeto surgiu em um casamento em Maio de 2006. Os noivos queriam dinheiro de presente para gastar onde realmente precisavam. Na época foi feita uma vaquinha à moda antiga, no qual os convidados levavam valores em dinheiro dentro de um envelope e colocavam em uma urna. A partir dessa situação, nós percebemos que faltava uma ferramenta na internet que facilitasse esse processo, fosse fácil e seguro. Mas ainda faltava desenvolver um plano de negócios. Em Outubro de 2007, decidimos tocar a idéia”, relembram os três sócios três sócios Fabricio Milesi, Diego Izquierdo e Luiz Felipe Gheller. Mas apenas em janeiro de 2009, após várias negociações, o site entrou em funcionamento.

Eis um projeto realmente simples, criativo, e que tem ajudado muita gente a realizar sonhos com ajuda de amigos e familiares. O gesto é o mesmo, mas quem organiza tudo é o... Vakinha.com.br!

Como funciona

O site permite a qualquer pessoa abrir uma vaquinha para o motivo que quiser, juntando dinheiro de maneira fácil e segura.  O lema é: “Pede quem quer, doa quem quer.” Todo o sucesso das vaquinhas, tanto em repercussão quanto em arrecadação, é resultado direto das ações dos próprios usuários.

Então: você pensa em um bom motivo, cria gratuitamente sua vaquinha e divulga o link para os seus amigos e familiares.  Para viabilizar o negócio, é descontada uma taxa financeira de cada contribuição que você recebe, nos mesmos moldes do Pagseguro: 2,9% para boletos e transações a vista + R$0,40 por transação, e 6,4% para pagamentos via cartão de crédito + R$0,40 por transação.

Após confirmação de pagamento das contribuições você estará livre para sacar o valor arrecadado ou gastar em lojas afiliadas. Para sacar, existe uma taxa de R$3,00 por saque e o mesmo só poderá ser feito após 14 dias de cada arrecadação. Os pagamentos dos colaboradores podem ser feitos de forma simples: por boleto bancário, transferência eletrônica pelos principais bancos brasileiros e cartões de Crédito.

Enquanto a vaquinha está engordando, você pode acompanhar a barra de status, que mostra o percentual de transações já completadas. É esse o valor que estará disponível em sua conta!

Vakinha doadora

Percebendo que o público freqüentador do site tinha interesse e vocação para auxiliar necessitados, o site passou a apoiar uma ONG por mês, através da divulgação por emails e redes sociais.  No twitter, a hashtag #ONGdoVakinha ajuda a propagar e aumentar a vaquinha. Os “vaqueiros” - apelido dos visitantes do site - podem sugerir ou promover uma ONG, ajudando a legitimar a entidade. Basta entrar em contato pelo e-mail ongdomes@vakinha.com.br.

Usaram e gostaram!

Para celebrar de forma especial o seu aniversário de 50 anos, José Bueno, programou uma viagem diferente, batizada de Aikibiking for Peace. Uma combinação de duas linguagens que apontam para a harmonia na vida: Aikido e bicicleta. “Quando soube do Vakinha Online imaginei que poderia ser uma maneira interessante de convidar alguns amigos a participar de um jeito especial desta celebração: uma ciclo-viagem entre Amsterdam e Munique, visitando escolas de Aikido e fazendo desenhos pelo caminho. A boa notícia: a arrecadação somou o suficiente para pagar as minhas despesas com o transporte aéreo. Foi uma surpresa fantástica contar com o apoio de amigos e familiares para realizar esta experiência”. Seu blog mostra detalhes dessa experiência com a viagem e com a Vakinha.

Outros depoimentos de “vaqueiros” podem ser conferidos no próprio site da Vakinha. Selecionamos alguns para passar o espírito do projeto:

“Vocês não podem imaginar quanto estão sendo importantes. A campanha ficou alegre e divertida. Todos podem, além de contribuir, acompanhar essa enorme torcida. Parabéns pelo excelente trabalho e apoio.” (Rosana Machado)

“Postei a mensagem falando da vaquinha na segunda-feira pela manhã e saí. Quando voltei, a meta de 100% já havia sido superada. Levei um susto. Estou muito feliz e grato pelo que poderei fazer pelo meu filho com a ajuda de tanta gente.” (Cristiano Santos)

Vinte mil Vakinhas

Nestes poucos anos de vida, o Vakinha já reuniu mais de 20 mil vaquinhas e foi tema de reportagem em várias mídias nacionais, como o Fantástico, Multishow, Jornal da Band e outros jornais impressos, portais e revistas.

Se você ainda não conhece... corra lá! Com certeza seus amigos devem ter bons motivos para ajudar na vaquinha dos seus sonhos!

Camarote TV COM
Criador do Vakinha é entrevistado

Leia mais: www.vakinha.com.br

Comentários