Cultura

Publicado: Terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

"Seresta para Itu" cativa público no Largo do Bom Jesus

Evento promovido pelo Coral Vozes ocorreu na noite de 1º de fevereiro.

Crédito: Jéssica Ferrari/Itu.com.br "Seresta para Itu" cativa público no Largo do Bom Jesus
Coral Vozes de Itu se apresenta durante seresta

O Coral Vozes promoveu uma “Seresta para Itu” na noite de 1º de fevereiro, em celebração ao aniversário de 405 anos da cidade. A apresentação cativou o grande público presente no Largo do Bom Jesus (Praça Padre Anchieta), e espalhou boa música pelos ares ituanos.

O evento teve a participação de solistas, acompanhados ao violão pelo Prof. José Euclésio dos Santos e também ao violoncelo, do jovem Matheus Cavalari dos Santos. A seresta arrancou aplausos dos presentes, que aproveitaram para relembrar canções marcantes e cantar junto aos músicos.

A “Seresta para Itu” é realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, Museu da Música e Instituto Cultural de Itu, e busca valorizar a música de seresta brasileira, tão presente na cultura de Itu ao longo dos séculos XIX e XX por Tristão Júnior e Tescari e por grupos como os Seresteiros do Passado.
O evento celebrou, além dos 405 anos de fundação de Itu, os 50 anos do Coral Vozes de Itu, que estão sendo comemorados desde maio de 2014. A celebração se estende até outubro. O Coral Vozes de Itu é mantido pela Associação Cultural Vozes de Itu, que reúne amigos e admiradores do grupo, entidade presidida pelo Dr. José Carlos Safi.

Jéssica Ferrari/Itu.com.br
Trecho da apresentação do Coral Vozes de Itu

Acendimento da Pira

Ao término da Seresta, ocorreu a cerimônia de acendimento da pira, realizada pela Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e a empresa Gas Natural Fenosa.

Desde as comemorações dos 400 anos de Itu, um marco foi implantado no centro da Praça Bom Jesus para que, em todas as comemorações de aniversário da cidade, seja acesa a chama neste local como forma representativa da história ituana. O local foi escolhido por ser o marco de fundação da cidade, onde foi construída em 1610 uma capela devotada a Nossa Senhora Candelária, no lugar em que hoje é a Praça do Bom Jesus.

A chama foi acesa pelo prefeito Antonio Tuíze, acompanhado da primeira-dama Zélia Vaccari Gomes e da secretária municipal de Cultura, Allie Marie Queiroz.

Veja as fotos desta notícia no Flickr
Comentários