ponto-turístico-museudaenergia

Ituanos que fizeram história!

Publicado: Sábado, 28 de janeiro de 2012 por Camila Bertolazzi


Conheça ilustres ituanos que contribuíram com Itu.

Por Camila Bertolazzi
 
É grande o número de ituanos ilustres que marcam as páginas da história brasileira. No entanto, entre todas as personalidades que nasceram em Itu, nossa equipe selecionou nove e pesquisou a fundo sobre suas vidas e obras, e os reais benefícios que cada um trouxe. Principalmente na segunda metade do século XIX, nossa cidade viveu intensamente e teve a honra de “produzir” grandes personagens. Saiba quem são!
 
Artístico - Almeida Júnior, ilustre representante da cultura paulista
O ituano Almeida Júnior foi um dos mais importantes pintores brasileiros do século XIX. Sua produção representa e retrata parte significativa do conjunto cultural paulista. Segundo a Mestre em Artes, Paula Giovana Lopes Andrietta Frias, quando se trata de avaliar as contribuições da produção de Almeida Júnior para a arte brasileira, fica claro que o artista conseguiu trazer uma nova discussão para a pintura brasileira ao tratar os temas regionalistas em suas obras. Dentre as questões que permeiam esta discussão, a inserção do ambiente “caipira” nos assuntos artísticos do século XIX é um dos pontos fortes. “Somente alguém que conhecia de perto a realidade que retratava poderia fazê-lo com tanta qualidade”.


Engenharia - Paula Souza, um homem à frente de seu tempo
Na histórica e notável família Paula Souza destacam-se alguns varões que prestaram relevantes serviços ao país. Entre seus membros, o patriarca Francisco de Paula Souza e Mello, presente em importantes momentos da história do Brasil. Outro integrante da família de real importância é Antonio Francisco de Paula Souza, neto de Francisco. 
 
A história do ituano Antonio Francisco de Paula Souza não se limita somente à história de Itu; ele obteve destaque em vários ramos, incluindo a participação na fundação da Escola Politécnica de São Paulo. De acordo com o engenheiro Jair de Oliveira, Paula Souza trouxe grandes progressos para o Brasil e também para Itu. “O país cresceu muito com Paula Souza, pois ele sempre teve uma visão de futuro”.

 
Cultural – Simplício, um nome que será lembrado para sempre
Francisco Flaviano de Almeida, o querido Simplício, foi um dos mais importantes humoristas que o Brasil e o mundo puderam ver. Para os ituanos, sua importância é ainda maior: ele foi o responsável pela fama de Itu como "a cidade onde tudo é grande", e com isso, esteve à frente do grande salto econômico que aconteceu no município nas décadas de 1960 e 1970, que foi impulsionado pelo turismo lúdico inventado por Simplício, através da "lenda do exagero".
 
De acordo com o jornalista Salathiel de Souza, autor de uma extensa pesquisa sobre o humorista ituano, sem essa "lenda" criada por Simplício, Itu não teria se expandido tanto na época, tampouco se tornaria conhecida nacional e internacionalmente como o lugar "onde tudo é grande". “Grande parte do crescimento econômico e populacional da cidade foi resultado direto da publicidade engraçada e gratuita que Simplício fez de sua terra natal, gerando divisas para os cofres do comércio e do município, atraindo investimentos na área industrial e turística”.

 
Musical
Entre várias outras qualidades, a cidade tem como ponto alto a música. Mãe de compositores como Elias Álvares Lobo e Tristão Mariano da Costa, Itu é hoje também, conhecida pelo Museu da Música, uma homenagem feita pelo Instituto Cultural de Itu para presentear a cidade dos grandes nomes.
 
Elias Álvares Lobo e Tristão Mariano da Costa criaram inúmeras composições para as festas religiosas de Itu. Para a Semana Santa Elias compôs as Três Horas de Agonia ou as Sete Palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo no Calvário e Motetes para a Procissão de Passos, que vem sendo apresentadas pelo Coral Vozes de Itu regularmente.
 
Elias Lobo, um momento na música brasileira
O professor e maestro Luis Roberto de Francisco, autor de uma biografia sobre o famoso compositor Elias Álvares Lobo, define-o como “um idealizador, um entusiasta da cultura de seu tempo, dos anseios da elite e por isso produziu muita música, de quase todos os gêneros para os quais se escrevia naquele tempo”. E afirma: “Para nós, hoje, ele é, como artista, o melhor registro da segunda metade do século XIX no interior de São Paulo”.
 
Tristão Mariano da Costa, um importante resgate da música barroca
Tristão Mariano da Costa marcou seu tempo como intelectual católico ligado a práticas culturais tradicionais. De acordo com Luis Roberto, Tristão Mariano

Tags: itu, personalidades ituanas, ituanos ilustres