Cultura

Publicado: Segunda-feira, 24 de junho de 2019

Exposição celebrará os 150 anos da Fábrica São Luiz no Interfoto 2019

História será mostrada através de fotografias.

Crédito: Divulgação Exposição celebrará os 150 anos da Fábrica São Luiz no Interfoto 2019
A exposição Janelas da Alma terá foto de antigos funcionários da Fábrica São Luiz ( Esta foto é da exposição de 2018)

Dentre as diversas atividades da programação do Interfoto 2019, que ocorrerá de 18 a 21 de julho, em Itu (interior paulista), estão duas exposições comemorativas aos 150 anos de fundação da Fábrica São Luiz, prédio que abriga a maioria das ações do festival.

Na parte interna, em uma das salas do local, será mostrada sua história com fotos antigas, da época em que ainda havia funcionamento da fábrica. Algumas imagens são impressas utilizando uma técnica denominada Colódio Úmido , um processo de fotografia utilizado no mesmo período de inauguração do prédio.

Já na parte externa, a homenagem será reproduzida na tradicional exposição "Janelas da Alma", onde será estampada nas antigas janelas do prédio, diversas fotos de ex-funcionários.

Carlos Marien, organizador do festival, disse estar feliz por poder comemorar os 150 anos de história do espaço: “Estamos muito felizes em comemorarmos juntos esse data tão significativa para esse local tão repleto de memórias e de importância grandiosa para Itu e até para a história industrial paulista. O Interfoto deste ano dedica parte de suas exposições para este marco”.

Além destas exposições comemorativas, o prédio da Fábrica São Luís, ainda sediará as exposições das convocatórias "Portfólios" e "Homo "Urbanus", oficinas variadas e palestras, todas com temas voltados para fotografia. O local receberá também livraria com participação de algumas editoras, um espaço para café e para artesãos da cidade.

A Fábrica

A Fábrica São Luiz foi um marco na história industrial paulista. É considerada a primeira indústria a vapor do Estado de São Paulo e esteve em atividades ininterruptamente de 1869 a 1982. Era responsável pela produção de tecidos. Sua abertura em Itu, deu as mulheres da cidade uma oportunidade de trabalho, que antes não existia. No auge do seu funcionamento chegou a contar com 600 colaboradores. Recebeu a visita e elogios de Dom Pedro II.

Em 1983 foi tombada como patrimônio histórico cultural paulista e permaneceu fechada até meados de 1996, quando foi resolvida a sociedade, um único herdeiro a assumiu e iniciou seu processo de restauro, que a transformou em um Espaço Cultural. Em 2004, foi aberto o salão de festas, e sua primeira festa foi para ex-funcionários que relataram aos então proprietários como e o que era a Fábrica.

O festival

O festival que este ano foi contemplado pelo ProAc (Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo), além do patrocínio da Canon, Canson e Antares Imagens terá três eixos: técnico, artístico e temático.

As duas convocatórias para envio de imagens prosseguem até o final deste mês. A “Homos Urbanus” termina no dia 29 de junho e a de Portólios foi prorrogada para o dia 26 de junho. Mais detalhes no site: www.interfoto.com.br.

Serviço:
InterFoto 2019
De 18 a 21 de Julho

Comentários

Ariza Centro Veterinrio