Economia & Negócios

Publicado: Quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Alan Dubner dá entrevista à "Isto É Dinheiro"

Dubner falou sobre a influência da Internet nas eleições.

Alan Dubner dá entrevista à "Isto É Dinheiro"
A verdadeira mídia social não é uma forma de divulgação, mas um sério compromisso com grupos
O sócio-fundador da Cybermind Comunicação Interativa, Alan Dubner, deu uma entrevista à Revista Isto É Dinheiro (edição nº. 567), publicada na quarta-feira, 13 de agosto. Confira abaixo:
 
Isto É Dinheiro - De que forma a Internet está mudando a dinâmica das eleições?
 
Alan Dubner - A grande mudança é que a campanha será feita individualmente. Esse “tratamento pessoal” em massa só é possível com o uso da mídia social. Através de blogs e redes sociais, os candidatos poderão dialogar individualmente com cada eleitor.
 
Isto É Dinheiro - Que exemplo pode ser tirado da campanha de Barack Obama?
 
Alan Dubner - Até as vésperas das eleições, Barack Obama era um candidato quase desconhecido. E mesmo assim conseguiu se tornar mais popular do que os outros políticos. Ao contrário de seus adversários, o candidato descobriu na Internet um grande potencial para atingir não só as classes A e B, que não dão volume de votos, mas o restante da população ligada à rede.
 
Isto É Dinheiro - Quais os cuidados que o candidato deve ter na Internet?
 
Alan Dubner - Meu conselho é para não cometerem o erro de acreditarem que a Internet serve para ampliar a divulgação da campanha. Os candidatos que usarem a rede para colocar seus filmes no YouTube, lançar uma campanha no Orkut, correm o enorme risco de terem fornecido “munição” para serem bombardeados pelo mídia social. A verdadeira mídia social não é uma forma de divulgação, mas um sério compromisso com grupos, idéias e principalmente com a consciência de seus eleitores.
Comentários

Ariza Centro Veterinrio