Cultura

Publicado: Quinta-feira, 19 de abril de 2012

Dia do Índio - 19 de abril

Conheça, reflita e aprenda sobre esta cultura ancestral.

Dia do Índio - 19 de abril
O contato com o homem branco fez com que muitas tribos perdessem sua identidade cultural
Por Camila Bertolazzi e Deborah Dubner    

Assista um vídeo em homenagem aos índios! 

N
a semana em que se comemora o Dia do Índio – 19 de abril – a equipe do Itu.com.br preparou uma reportagem especial para mostrar de maneira simples, mas ampla, as riquezas da diversidade dos povos indígenas brasileiros em seus vários aspectos. Destacamos o artigo "Os índios em Itu" escrito por Mylton Ottoni, que convida: "Neste dia do índio, nós ituanos, bem podemos voltar nossa atenção para aqueles irmãos que habitavam o nosso pedaço antes de Itu existir, os Carijós".
 
A data começou a ser comemorada em 1943, no governo do presidente Getúlio Vargas. Saiba por que esse dia foi escolhido! No entanto, alertamos para o fato de que embora seja importante ter uma data para que a sociedade nacional se mobilize com relação ao tema, a questão do respeito aos direitos dos índios é algo que deve estar sempre em mente, todos os dias do ano. Não apenas em relação aos índios, mas a todos os povos que são subjugados, desrespeitados e desprezados, seja por suas diferenças culturais, econômicas ou políticas. O Brasil é um país pluriético, rico em cores, que não deve nunca desistir de exercer a cidadania no sentido mais amplo, estabelecendo um cotidiano de convivência pacífica, de respeito e aprendizado mútuo.
 
O cantor Jorge Benjor diz na música “Curumim chama Cunhata que eu vou contar” que antes, todo dia era dia de índio, lembrando que os primeiros habitantes que viviam no Brasil eram donos da terra quando ela foi descoberto. Mas em outra estrofe, Benjor lembra bem: agora ele só tem o dia 19 de abril!
  
Valorizando e preservando as raízes
 
Os índios representam uma parcela muito importante e expressiva da população, que precisa ser resguardada como um dos tesouros étnicos do Brasil. O processo de colonização levou à extinção muitas sociedades indígenas que viviam no território dominado, seja pela ação das armas, seja em decorrência do contágio por doenças trazidas dos países distantes, ou ainda, pela aplicação de políticas visando à "assimilação" dos índios à nova sociedade implantada, com forte influência européia.

Os índios brasileiros sobrevivem utilizando os recursos naturais oferecidos pela natureza. Para eles, a terra é um bem coletivo. Aprenda sobre seus costumes e tradições.

Os colonizadores viam os índios como seres inferiores e incapazes, que precisavam adquirir novos hábitos para estarem aptos a conviver com eles. Os nativos perderam sua autonomia e passaram a viver em função das leis que os brancos criavam para eles ou a respeito deles. Saiba sobre os direitos dos índios brasileiros!
 
História e atualidade – número de índios brasileiros
 
É difícil afirmar exatamente a origem e a data dos primeiros índios no mundo, mas há algumas teorias. Historiadores afirmam que antes da chegada dos europeus à América havia aproximadamente cem milhões de índios no continente. Só em território brasileiro, esse número chegava a cinco milhões de nativos, divididos em tribos, de acordo com o tronco linguístico ao qual pertenciam: tupi-guaranis (região do litoral), macro-jê ou tapuias (região do Planalto Central), aruaques
Comentários