Sustentabilidade

Publicado: Quinta-feira, 17 de setembro de 2009

21 de Setembro - Dia da Árvore

Observar uma árvore traz o poder de conexão com a natureza.

Crédito: Deborah Dubner/Itu.com.br 21 de Setembro - Dia da Árvore
Sorte de quem pode apreciar uma árvore dessas
Por Deborah Dubner

"Aprenda a amar as árvores e aprenderá amar a si mesmo." (Silvio Campos)
 
21 de setembro é uma data especial. Comemora-se o Dia da árvore e o Dia Internacional da Paz. Duas palavras que remetem a muita reflexão, e que combinam perfeitamente juntas. A árvore é um forte símbolo de paz. Ela traz a lembrança do tempo sem tempo, a ancestralidade das tribos e a longevidade da sabedoria. Silenciosa e generosa, ela acolhe, abriga, refresca e convida para momentos de tranquilidade e harmonia. Para os nativos norte-americanos, as árvores são carinhosamente chamadas de Povo-em-Pé.
 
A árvore nos dá seu fruto, sua sombra, cura nossas enfermidades, o ar puro que respiramos, protege a terra, rios e as nascentes. Ela carrega o simbolismo da genealogia e da vida. Não é à toa que a natureza deu à arvore centenas e centenas de anos, enquanto para os homens e outros animais, poucos anos de vida. Sua existência é carregada de memória e curiosidades.

Sensível como a árvore da maçã, elegante como a figueira ou melancólico como o chorão. Nós, seres humanos, temos muito em comum com as árvores que nos rodeiam. Confira a árvore correspondente à data do seu nascimento e divirta-se comparando as características. Clique aqui e saiba qual é a sua árvore!
 
Observar uma árvore traz o poder de conexão direta com a natureza, que é pura manifestação de beleza. E a paz nasce da beleza. Não há outro berço para a paz, senão o amor e a beleza. Basta olhar para uma árvore, com os olhos cheios e a mente vazia, para compreender que ela é um grande mestre da paz. Árvore é sinônimo de vida. E vida é sinônimo de paz. A manutenção da vida na terra depende da consciência de se proteger as árvores e, conseqüentemente, a natureza como um todo.
 
No Brasil, setembro é o mês do verde. Nesta terra tropical dotada de espécies de árvores brasileiras, comemora-se no dia 21 mais um Dia da Árvore. A data é celebrada na chegada da primavera. Isso porque os povos indígenas costumavam homenagear as árvores na época das chuvas ou quando preparavam a terra para plantar. Portanto, nada melhor do que homenagear as árvores no início desse lindo período de primavera que vem pela frente.

Nessas datas comemorativas, muitos se perguntam: o que eu posso fazer?

Há muitos caminhos. Um deles é apenas parar e reparar. Não passe em branco pelas árvores à sua volta. Sinta, ouça, cheire, honre. Se você celebra a existência das árvores, isso já é um grande passo. Para incentivar a sua jornada, preparamos uma galeria de fotos para você. Clique aqui e veja muitas árvores de Itu, cada uma com a sua beleza e personalidade.
 
O importante é não ficar parado e se engajar, seja na sua comunidade, na sua cidade, ou além das fronteiras físicas do seu cotidiano. Para ampliar as possibilidades, nossa equipe selecionou uma lista de sites que podem informar, formar e unir esforços. Dê o seu click!

Um deles é o site voluntários online, que disponibiliza diversos movimentos onde o trabalho voluntário é essencial, cada um em uma área, fazendo com que todos possam participar. Para essa data, em especial, há três oportunidades: Voluntário Mobilizador de Ações para o Dia da Árvore, Divulgador da Campanha do Dia da Árvore, Blogueiro VERDE - Campanha Dia da Árvore. Basta escolher e se candidatar a ajudar nesse dia tão especial!

E se quiser colocar realmente a "mão na terra", aí vai uma sugestão da educadora ambiental, Patricia Otero: Observe as árvores pelo seu caminho. Tem algum Ipê? Nessa época eles estão espalhando milhares de sementes por todos os cantos de Itu. Colete as sementes que estão no chão e prepare num pequeno recipiente (mini vaso) enchendo-o com partes iguais de terra de jardim, composto orgânico e areia. Coloque a semente e cubra com uma camada de terra fina. Molhe frequentemente, usando um borrifador. Mantenha em local bem iluminado, mas sem a luz do sol direta. Quando a muda estiver com 10 cm, já poderá ser transplantada para o local definitivo.
Cultive esta semente e Feliz D
Comentários

Ariza Centro Veterinrio