ponto-turístico-cruzeirosaofrancisco
Marcelo Sguassábia
Marcelo Sguassábia Blog Blog E-mail E-mail

Líricas Bulhufas

Humor, nonsense e sátira. Junte a isso algumas incursões no universo onírico. É esse mais ou menos meu estilo: o não-estilo definido. Sou redator publicitário e tenho coluna fixa em diversas publicações eletrônicas e um jornal impresso.

Agora com amplo estacionamento

Publicado: Sábado, 17 de dezembro de 2016


http://www.photos-public-domain.com
Foto

Bem-vindo. Retire seu ticket de estacionamento e boas compras.

- Ali era o banheiro da suíte, bem onde está o Santana prata. Quando é que o Doutor Ribeiro, fazendo a barba ou tomando banho, lá pelos idos de 1976, iria imaginar que uma porcaria de uma lata velha acabaria atropelando a sua banheira de granito e o bidê da sua senhora... É um carro antigo hoje, né? Mas em 76 essa geringonça ainda nem existia. Coisa doida. Dá nó na cabeça e angustia a gente.
- Você conhece bem a planta. Até parece que fez o projeto da casa.
- Não, eu era só um amigo da família. Aliás, esse carro, o Santana, é quase do tempo do Opala. Nos últimos anos eles tinham um Opala lindo na garagem, só vendo que beleza de automóvel. Eu era colega de classe do Serginho, filho do casal.
- Tudo acaba, queridão. De pouquinho em pouquinho, a vida vai matando tudo o que encontra pela frente. Não poupa nada nem ninguém.

Oferta-relâmpago imperdível pra você aproveitar: margarina Doriana, pote 500 gramas, só R$3,78.

- Alguns lugares não poderiam ter direito ao fim. A casa dos Ribeiro era uma instituição da cidade. É uma amputação urbana, uma coisa antinatural e desrespeitosa ela não existir mais. Está vendo aquela Pajero, do lado do Onix? Ali ficava a sala de jantar, que dava em "L" pra de televisão. Um pouco mais pra lá tinha a porta principal, ladeada por enormes vitrôs de correr, que do ponto de vista dos meus oito anos aparentavam ter uns quinze metros. Olha, vou te falar... pra quem entrou tantas vezes naquela casa linda, era mais fácil ver tudo em ruínas do que dar com isso o que estou vendo agora. Esse pátio imenso de cimento, com essas faixas amarelas demarcando as vagas, esse barulho horroroso de carrinho de supermercado vindo pra lá e pra cá. Não é justo. Não é digno do que foi aquela família, nem da história que viveram nesse chão aqui, sabe?
- Ih, caramba. A gente aqui conversando e olha só... o Pinho Sol vazou bem em cima das peras.

Omo Dupla Ação. Deixa o branco mais branco, tira as manchas mais difíceis. Remove toda a sujeira sem estragar suas roupas.

- Tem tantos anos tudo isso, já era pra ter apagado da lembrança. Daqui a pouco o Doutor Ribeiro vai ser só um nome de rua. E mais um pouco, ninguém vai saber quem foi o Doutor Ribeiro e porque a rua tem esse nome. É triste.

Para sair, insira o seu ticket de estacionamento. Volte sempre!



© Direitos Reservados

  • Comentários