Colunistas

Publicado: Segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O que os idosos necessitam treinar?

Crédito: www.google.com.br O que os idosos necessitam treinar?
Idosa fazendo levantamento terra.

Todos nós, apenas conseguimos sobreviver e adaptar ao meio que vivemos, por sermos seres aeróbio, ou seja, produzimos nossa própria energia para as funções vitais, através das mitocôndrias, sendo estas organelas que desempenham papel fundamental na produção de energia via respiração celular(consumo de oxigênio e decomposição de moléculas para produção de energia). Ao realizarmos esforços com estímulos contínuo e moderado, como caminhada,ciclismo e corridas extensas ativamos fibras musculares do tipo 1 vermelha, que possuem características aeróbia por possuir muitas mitocôndrias e tolerar grande volume de trabalho pela prolongada produção de energia como citado acima, sendo este um modelo e perfil mais comum praticado por idosos, que apresentam condição de saúde normal dentro de sua aptidão física e de acordo com sua faixa etária.

Ao empregarmos esforços maiores, através de sobrecargas externas, o padrão de recrutamento muscular é alterado, elevando a solicitação com predomínio de fibras musculares do tipo 2 a/x brancas essas são fibras com características diferentes das fibras lentas, devido a sua maior capacidade de produção de força, ao substrato energético utilizado para ocorrer a contratação muscular e pelo caráter hipertrófico (ganho mais acentuado de massa muscular esquelética)que a mesma apresenta, e que só são estimuladas através de treinos que possuem alta magnitude e intimidade com a força muscular, como exemplo a musculação, treinos intervalados e potência etc. Não podemos banalizar, mais a menor parte dos idosos são engajados em programas de condicionamento que envolvam força na atualidade, porém está tendencia está dia a pós dia sendo modificada uma vez que esse público está mais consciente sobre os benefícios obtidos com prescrições de treinos que melhorem a função e que contribuam na transferência dos movimentios das atividades da vida diárias.Os embasamento científicos atuais dessa temática apontam que as sistemáticas de treino para idosos devem compor atividades resistidas, complementados com atividades aeróbias e a exercícios de melhora da mobilidade e saúde global,sendo um nicho de atuação a todos os professores de Educação Física que estiverem capacitados e habilitado a prescrever o treinamento de força eficiente e segura, sendo esse um mercado promissor que irá crescer de forma alarmante nos próximos anos.
Comentários

Entendendo o mundo fitness

Pedro de P. L. Aguiar

Pedro de P. L. Aguiar

Graduado em Educação Física pelo Ceunsp; Pós-graduado em bioquímica, fisiologia, treinamento, nutrição desportiva pela Unicamp; e Pós-graduado em fisiologia do exercício com ênfase em envelhecimento, saúde e doenças na USP.

Arquivo