Colunistas

Publicado: Domingo, 15 de outubro de 2017

Blindando suas articulações

Crédito: www.google.com.br/imagens Blindando suas articulações
Articulação humana

O corpo humano possui aproximadamente 230 ou mais articulações em toda sua extensão, que dão subsídios para que ocorra uma boa sustentação de toda essa estrutura orgânica que somos nós, permitindo também que ocorra ideais movimentos corporais em vários dos nossos membros. Junto as nossas articulações, possuímos outras estruturas, que são interligadas a mesma como os ossos e o músculo esquelético, que permitem seu papel funcional, sendo algumas imóveis, outras semimóveis, e as responsáveis por maior parte de nossa mobilidade, as conhecidas como móveis.

As articulações são constituídas por cartilagem, líquido sinovial e uma cápsula articular que reveste e protege toda sua integridade, gerando um correto funcionamento. A cartilagem presente na extremidade ou ponta dos ossos é formada de aproximadamente 60% de colágeno tipo II, tendo como especial função amortecer e evitar o contato e atrito entre os ossos, evitando assim um quadro degenerativo progressivo conhecido no meio cientifico como artrose, ou osteoartrite. Já o líquido sinovial, que fica unificado dentro da cápsula articular, atua como uma espécie de lubrificante para que toda essa estrutura funcione com um bom deslizamento, assim proporcionando um menor atrito articular.

Quando envelhecemos é natural, por inúmeros fatores que ocorra um desgaste articular, principalmente pelo excesso de movimentos repetitivos, também por inflamações crônicas, redução da força muscular, perda de massa muscular, fator genético, sobrepeso ou obesidade e em alguns casos por traumas físicos importantes, como exercícios de excessivo impacto, que podem potencializar a degeneração da cartilagem e de toda sua estrutura articular, atenuando sua longevidade funcional, podendo causar a incapacidade crônica de movimentos perfeitos em adultos e pessoas mais velhas. A osteoartrite ou artrose como descrevemos acima, ocorre em aproximadamente 30 a 50% dos adultos a partir dos 65 anos, sendo que esta porcentagem tende a aumentar com o passar das décadas e podem também ser agravadas pela exposição a fatores estressores como as sobrecargas excessivas sobre as articulações.

Para atenuar o desgaste articular, a literatura científica atual vem retratando a importância da manutenção do peso corporal ao longo da vida, a prática de atividade física regular bem orientada e prescrita por um profissional de Educação física habilitado e capacitado, que possa controlar as sobrecargas nas sessões de treinamento, assim melhorando o perfil da cartilagem e equilibrando a força e massa muscular evitando disfunções e consequentemente lesões articulares, e em alguns casos o uso de aminoácidos como o colágeno hidrolisado junto a outros protetores articulares, que devem ser indicados por um médico ortopedista ou reumatologista que saberá se há necessidade ou não do uso. Vale a pena ressaltar que músculos fortes, protegem as articulações devido ao seu efeito protetor de absorver toda a sobrecarga excessiva sobre a mesma como uma espécie de amortecedor impedindo uma descarga brusca na cartilagem.

Comentários

Entendendo o mundo fitness

Pedro de P. L. Aguiar

Pedro de P. L. Aguiar

Graduado em Educação Física pelo Ceunsp; Pós-graduado em bioquímica, fisiologia, treinamento, nutrição desportiva pela Unicamp; e Pós-graduando em fisiologia do exercício com ênfase em envelhecimento, saúde e doenças na USP.

Arquivo