Bem estar

Publicado: Sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Especialista explica causas e motivos emocionais do câncer de mama

Sabrina Souli é especialista em linguagem do corpo dentro do universo feminino

Provavelmente você já deve ter escutado falar sobre a linguagem do corpo, logo que ouvimos associamos sempre com dinâmica de vendas ou de apresentações, mas você sabia que a linguagem corporal pode ser utilizada também para ajudar a evitar e descobrir doenças? A Psicanalista formada em Linguagem do Corpo, Sabrina Souli, explica que a linguagem é um estudo milenar utilizado no Antigo Egito, na Antiga Índia, Tibete, China e Indonésia que comprova que as doenças são resultados de relação entre corpo e mente e são manifestadas em crianças, jovens e adultos.

Através da linguagem do corpo, há como ter entendimento das reações físicas causadas por nossos sentimentos, pensamentos e ações. Podemos, inclusive buscar formas de prevenção de doenças por meio da mudança de atitude e do não fomento de sentimentos como a mágoa, a raiva, dentre outros sentimentos que são extremamente nocivos para a harmonização dos nossos corpos. “A Linguagem do Corpo é um diagnóstico exato e fisiológico e, ao ensinarmos como mudar a causa, a pessoa se cura de todas as doenças, incluindo as hereditárias, que são apenas a repetição dos padrões mentais da família”, ressalta a Psicanalista.

Sabrina explica que esta é uma ferramente essencial a todos, mas para as mulheres especificamente abre um novo olhar sobre algumas doenças como o câncer de mama, problemas no útero e co relações com o feminino, maternidade e aspectos ligados à estética. A especialista explica que o câncer está associado a ressentimentos antigos, guardados em segredo, originários do medo. "São mágoas e desarmonia por uma ou mais pessoas, por isso, a doença se manifesta com o objetivo inconsciente de paralisar as pessoas envolvidas nestes sentimentos e torná-las 'cuidadoras'. “A mama é a ligação com o poder pessoal, com a maternidade e com o nutrir, sendo assim, se uma mulher se sente incapaz, carrega mágoas com marido, pai ou pessoas com papéis significativos na vida dela e não se nutre do amor, do perdão e do belo e só se alimenta de mágoas do passado, é importante que ela busque uma consciência de perdão e eleve seu padrão de sentir para que crie uma proteção em seu campo emocional e consequentemente isso lhe trará mais saúde e fluidez”, conta a especialista.

Com base na linguagem corporal e outros assuntos do universo feminino, Sabrina criou o Projeto Ilumina que propõe um encontro de mulheres baseado no conceito de sororidade, onde a união e aliança entre mulheres acontece por meio da empatia, da escuta, da troca como uma forma de fortalecimento e empoderamento. “Participar do círculo feminino Ilumina é permitir-se trilhar um caminho de ressignificação, quebra de padrões, autoconhecimento e autovalorização”, afirma Sabrina Souli.


Serviço:
- Projeto Ilumina
Facebook: https://www.facebook.com/iluminaprojeto/
Contato: (11) 9 8672-6966
E-mail: sabrinasouli@uol.com.br

Comentários