Bem estar

Publicado: Quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A missão de transformar a realidade do câncer no Brasil

Portal traz informação para combater o preconceito.

A missão de transformar a realidade do câncer no Brasil
O portal cumpre à risca a missão de manter o leitor informado e traz cada detalhe sobre o câncer

Por Camila Bertolazzi

Infelizmente, quando falamos de câncer no Brasil, ainda falamos de muitas barreiras e problemas básicos, como o alto grau de desinformação e o preconceito da população, bem como de questões mais complexas, como o acesso às ações e serviços de saúde, exames e tratamentos modernos e de alto custo, ainda disponíveis somente para uma pequena e exclusiva parcela da população. - Luciana Holtz Barros, Presidente Instituto Oncoguia.

Foi então que, com a missão de transformar a realidade do câncer no Brasil e promover o acesso do cidadão à informação, prevenção, diagnóstico e tratamento, visando acabar com o preconceito e o medo que ainda impera na cabeça e no coração das pessoas, foi criado o Oncoguia, um portal referência em informação de qualidade no mundo do câncer. Esse é o nosso escolhido para englobar a série Web do Bem dessa semana!

O portal cumpre à risca a missão de manter o leitor informado e traz cada detalhe sobre o câncer: nome dado a um grupo de mais de cem diferentes doenças; células anormais que se dividem e formam mais células de maneira desorganizada e descontrolada.

A qualidade de vida do paciente é outro ponto marcante e presente em grande parte do site através dos links: Bem-estar e câncer, Espaço do Paciente, e Oncologia Cultural, que traz uma lista de filmes e livros que abordam a doença. A multimídia e as mídias sociais também fazem parte do conteúdo.

Apesar do nome – Oncoguia, o portal do paciente com câncer -, o website tem um espaço reservado aos familiares dos pacientes, com dicas e depoimentos, e traz informações de alta relevância sobre como se prevenir.

Apoiando a causa!

O Itu.com.br também quer fazer a sua parte e ajudar, através da informação, a acabar com o preconceito. Pensando nisso, entrevistamos, com exclusividade, profissionais que falarão, a cada semana, sobre câncer de intestino, próstata, pulmão, pele e mama. Prevenção, sintomas, diagnóstico, tratamento, recomendações, entre outros assuntos serão abordados!

Câncer

Segundo relatório da Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC)/OMS (World Cancer Report 2008), o impacto global do câncer mais que dobrou em 30 anos. Em 2008, ocorreram cerca de 12 milhões de casos novos de câncer e sete milhões de óbitos. A estimativa é que existam cerca de 24,4 milhões de casos prevalentes no mundo, sendo que, se a tendência atual não se modificar, em 20 anos a incidência aumentará em cerca de 50%.

Ricos e pobres, homens e mulheres, crianças, jovens e adultos. Todos estão suscetíveis ao câncer. Mas um estudo publicado na revista da Sociedade Americana do Câncer mostrou a relação do nível educacional com o risco de óbito por câncer. De acordo com a pesquisa, a disparidade educacional e racial poderia ter evitado aproximadamente 37% das mortes por câncer nos Estados Unidos, principalmente em pessoas com idades entre 25 e 64 anos.

Para o urologista do Hospital do Câncer de São Paulo e do Hospital Sirio Libanês, Dr. Daher Chade, no Brasil, o fator educacional também influencia no índice da doença, mas é possível reverter o quadro através de uma conscientização e divulgação sobre a doença, em todos os níveis socioenômicos, principalmente nos mais baixos. “A possibilidade de prevenção de óbitos por câncer diminui com os níveis educacionais inferiores”, afirma Dr. Daher.

Semana que vem tem mais! Até lá!

Comentários

Ariza Centro Veterinrio