Colunistas

Publicado: Quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Violência 1 X 0 Futebol

Crédito: Internet Violência 1 X 0 Futebol
Violência e preconceito tiram a graça do show esportivo.

Vaticinei no artigo de ontem e o que era esperado se cumpriu: o noticiário e as redes sociais foram inundadas de comentários a respeito da invasão corinthiana ao aeroporto de Cumbica.

Torcedores (de qualquer time) são abusados. Há mil casos por aí. Em qualquer jogo de público maior, as forças policiais ficam em alerta. E ficaram alertas em Guarulhos, só que não esperavam lá o dobro de gente que apareceu. Entre 20 mil pessoas, era de se esperar que pelo menos 1% (200 torcedores) aprontasse algo.

A própria gerência de Cumbica minimizou o caso dizendo que os estragos não foram tão grandes e que os casos isolados de transgressão foram resolvidos pela PM sem maiores problemas. Houve danos patrimoniais bem limitados (roubaram panetones de um estande, por exemplo), mas violência não aconteceu.

A delegação do São Paulo Futebol Clube estava no mesmo aeroporto, na mesma hora, rumo a Buenos Aires. E mesmo assim não aconteceu briga entre torcedores. Vinte mil corinthianos em um mesmo local assustam qualquer pessoa, pelo mar de gente que se forma. Mas não se pode exagerar.

Violência e vandalismo, infelizmente, não são exclusivos de nenhuma agremiação. Listei abaixo alguns links de noticiários relatando casos de brigas e depredações envolvendo vândalos que se denominavam torcedores dos quatro maiores times paulistas.

Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos: nenhum está isento. E acredito que em todo o Brasil os times convivam com esse dilema. O esporte é para alegria e descontração. Jamais deveria servir de motivo para brigas, assassinatos e vandalismo.

Brincar com a rivalidade, fazer piadas e levar tudo na esportiva é a parte boa pra quem torce de verdade. Mas ser desonesto, aderindo a preconceitos e violências (físicas ou verbais), tiram toda e qualquer graça do show esportivo.

Nesses termos, o futebol está muito mais evoluído na Europa. Seja em relação à legislação e organização, aos times ou aos torcedores. Existe por lá uma outra consciência das coisas, sobre o que é realmente importante ou não.

O time do Corinthians já está em Dubai, antes de partir de vez para o Japão.

Hoje à tarde o Chelsea saberá de vez se está fora ou não da temporada da Champions League.

E hoje à noite o São Paulo FC faz sua primeira partida contra o Tigre, na Argentina.

Tomara que, ao contrário de ontem, o que domine então o noticiário e as redes sociais seja o futebol e o talento dos jogadores, não a violência e o preconceito dos que não sabem torcer de verdade.

Confira os links citados acima:

1-    http://jovempan.uol.com.br/esportes/futebolnacional/2012/03/torcidas-de-santos-e-sao-paulo-brigam-antes-do-classico.html

2-    http://globoesporte.globo.com/sp/futebol/campeonato-paulista/noticia/2012/03/briga-entre-torcedores-de-palmeiras-e-corinthians-teve-entre-500-e-mil.html

3-    http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2012/04/torcedores-do-sao-paulo-sao-presos-apos-agressao-gms-em-campinas.html

4-    http://placar.abril.com.br/brasileiro/palmeiras/roberto-frizzo/noticias/torcida-destroi-lanchonete-mas-frizzo-e-tirone-escapam-de-agressao.html

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo

23 dias atrás

OBRIGADÍSSIMO, ITU.COM!

18 de setembro de 2019

Padre Bento e o Xis da Questão

7 de setembro de 2019

CATÓLICO MEIA-BOCA

Ariza Centro Veterinrio