Colunistas

Publicado: Sábado, 5 de maio de 2018

Teste pessoal, de si para consigo

REFLEXÃO DOMINICAL – 6.5.2018

6º.  da Páscoa – Liturgia do Ano “B” de Marcos

Evangelho (João, 15, 9-17)

....................

“”    Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos;

“Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor.

Eu vos disse isso para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena.

Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor.

Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.

Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto, e o vosso fruto permaneça.

O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá.

Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros”.    “”

....................

Os evangelhos das semanas seguintes ao Domingo da Páscoa, como este de hoje, são uma reverência continuada da parte de Deus Nosso Senhor, com Jesus a falar seguidamente de ternura e amor, por todos os filhos seus.

Hoje, ele, Jesus, afirma que não somos meros seguidores dele, na condição de servos. Confere a todos os fiéis a titularidade de amigos dele, Jesus.

No plano meramente terreno, todos têm lá pessoas de sua relação mais chegada e se orgulham dessas amizades. Entretanto, penetre-se o alcance da maneira de Jesus amar os seus fiéis, a ponto de que a iniciativa de tal amizade terá partido sempre dele, o bem supremo. Afiança, de outra parte, que todo pedido será sempre atendido.

Coroam, além do mais, o fecho dessa parte, os dezessete versículos do capítulo 15 de João, com a expressão solene do mandamento maior: amai-vos uns aos outros.

Hora e vez, portanto, de uma reflexão mais duradoura, num exame pessoal, íntimo e particular, para consideração de como anda o relacionamento de cada um junto aos irmãos todos. Dia a dia, momento a momento.

Teste pessoal, de si para consigo.

                                                                                                                                                    João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

18 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio