Colunistas

Publicado: Quinta-feira, 4 de março de 2010

Terremotos

Crédito: Internet Terremotos
Terremoto: estamos bem servidos!

Acordei com um tremendo estrondo, que me jogou para fora da cama. Ao levantar-me, percebi que tudo estava girando e uma barulheira tomava conta de tudo à minha volta. Seria um terremoto? Ledo engano. Apenas acordei meio tonto devido ao churrasco da noite anterior e o estrado da cama havia quebrado.

Tirante a comparação tosca, recentemente milhares de pessoas passaram o mau bocado de passar por um treme-treme abaixo dos pés. A coisa toda começou com mais intensidade no Haiti, um país já naturalmente sem infraestrutura. Nem Corpo de Bombeiros a capital Porto Príncipe possui...

Depois da tragédia no Caribe, o que chamou minha atenção foi uma geleira de centenas de quilômetros desprender-se de sua calota polar devido o efeito estufa. Em seguida veio o terremoto no Chile, seguido no tsunami que gerou ondas de até dez metros de altura e matou centenas de chilenos.

O movimento abaixo da crosta terrestre mudou o tempo de rotação do planeta em 1,26 milésimos de segundo. Parece pouco, mas olha o estrago que fez! E o subsolo continua a se mexer, não parou ainda. O fenômeno atingiu até mesmo o recôndito Quirguistão, lá onde Judas tremeu as botas.

Especialistas afirmam que é muito improvável o Brasil passar por terremotos semelhantes, já que se encontra no meio da placa tectônica sul-americana e não em suas bordas. Mas com Arruda, Sarney e Dilma candidata, precisamos ainda de terremotos e tsunamis?

Deixe estar... Estamos muito bem servidos!

 

- Faça seu comentário e mande sua sugestão de assunto para o artigo seguinte!

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo