Colunistas

Publicado: Sábado, 3 de fevereiro de 2018

Seguem os primórdios da missão

REFLEXÃO DOMINICAL – 04.02.2018

5º. do Tempo Comum – Liturgia: Ano “B”

Evangelho de Marcos, 1, 29-39

...............

 

“”    Naquele tempo, Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André.

A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus.

Ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-alevantar-se. Então a febre desapareceu, e ela começou a servi-los.

À tarde, depois do pôr do sol,levaram Jesus a todos os doentes e possuídos pelo demônio.

A cidade inteira se reuniu em frente da casa. Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era.

De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. Quando o encontraram disseram:

“Todos estão te procurando”.

Jesus respondeu:

“Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”.

E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.    “”

...............

 

O capítulo primeiro de Marcos prossegue, no dar conta dos primórdios da vida pública de Jesus, ora a recrutar seguidores diretos, muitos a deixar as próprias famílias, ora dando a entender que apenas iniciava sua vida pública e, principalmente, a operar milagres aqui e ali.

A tônica de suas ações se refletia nos muitos momentos só seus, de Jesus, posto em orações e recolhimento, no atrair seguidores e curar os enfermos.

Na semana vindoura, na continuação imediata deste mesmo primeiro capítulo,

confirma-se o fato de que a procura por Jesus se opera num rápido crescendo, cada vez mais evidente.

                                                                                                                                                                                                                      João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio