Colunistas

Publicado: Domingo, 23 de maio de 2010

SALA NA COPA - Gana

Crédito: Internet SALA NA COPA - Gana
Não se espante: esse time não engana ninguém.

Como se percebe pela foto ao lado, a Seleção de Gana é um espanto: está indo para sua segunda Copa do Mundo consecutiva! Como sua estréia na competição foi em 2006, isso tira qualquer brilho desta equipe africana.

O maior ídolo do futebol ganês é Pelé. Não o Edson Arantes, claro. Mas o atacante Abedi Pelé, que jogou nos anos de 1960 e nunca disputou uma Copa. Eis a única semelhança de Gana com o Brasil, um mesmo nome para um ídolo do futebol.

A maior característica da Seleção de Gana são os trocadilhos feitos com o nome do país. “É um time que tem ganas de vencer”, “Esse time não gana de ninguém” ou “Essa seleção não me engana” são os tipos mais comuns.

Brincadeiras à parte, os ganenses fizeram uma boa campanha nas eliminatórias, com 74% de aproveitamento. Foram três derrotas em 12 partidas, com 20 gols marcados e 8 gols sofridos.

O setor ofensivo não é dos mais fortes. O destaque nas eliminatórias ficou por conta do jogador Amoah, que em sete partidas marcou sete gols. O mais famoso da Seleção de Gana é o volante Michael Essien, de 27 anos, que acabou de sagrar-se campeão inglês pelo time do Chelsea.

Como qualquer time africano, os ganenses não são capazes de chegar às quartas-de-final. Porém, podem ser daquelas seleções que dão graça à competição por algum resultado inusitado. Empate ou vitória contra a Alemanha, por exemplo, seria uma zebra.

E de zebra eles entendem. Estamos na África, não é mesmo?

- Faça seu comentário e mande sua sugestão de assunto para o artigo seguinte!

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo