Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 1 de março de 2019

Quem sou eu ?

REFLEXÃO DOMINICAL – 3.3.2019

8º.  do Tempo Comum – Liturgia do Ano “C”

Evangelho (Lucas, 6, 39-45)

...............................................................................

 

 

“”     Naquele tempo, Jesus contou uma parábola aos discípulos:

“Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois num buraco?

Um discípulos não é maior que o mestre;todo discípulos bem formado será como o mestre.

Por que vês tu um cisco no olho do teu irmão e não percebes a trave que há no teu próprio olho?

Como podes dizer a teu irmão; ´Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho`, quando tu não vês a trave no teu próprio olho? Hipócrita!

Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão.

Não existe árvore boa dê frutos ruins nem árvore ruim que dê frutos bons. Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos.

Não se colhem figos de espinheiros nem uvas de plantas espinhosas.

O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio.”     “”

.............................................................................

 

 

A linguagem de certo modo áspera, não tanto como a da semana passada, fica porém expressa como tal, sem hesitações ou maciez para sua interpretação. Umas e outras, contudo, providenciais e, das quais, não há de se tirar uma virgula ao menos. Palavras de vida eterna.

Também se reconheça que a assimilação ao contexto do recado de hoje é bem mais palatável, de expressões diretas e objetivas. Determinantes e determinadas, como sempre aliás..

Cada um de per si, à luz das verberações no evangelho de hoje, ao aprofundar as reflexões, cônscio de que blasonar é fácil mas enxergar-se a si mesmo é difícil, há de encontrar aqui a oportunidade de se conhecer melhor.

Quem sou eu?

Exatamente.

É partir daí.

Quem tenho sido ao longo da minha vida e, em especial, nos dias atuais?

Reze primeiro e o Divino Espírito há de iluminar seus propósitos.

 

                                                                                                                                                                    João Paulo

 

 

 

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio