Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Pra Você Que Está Aflito(a)

Crédito: Internet Pra Você Que Está Aflito(a)
Pra certas coisas da vida, a solução é: rezar, rezar e rezar. Experimente.

Percebo que as pessoas andam muito angustiadas e aflitas, por motivos vários. São tantos os desafios e tristezas desta vida, que tinha de tudo para ser só bonitezas e coisas boas. O mistério da vida humana carrega em si fatos e acontecimentos cujo sentido nem sempre conseguimos sondar. Décadas acumuladas de conhecimentos e experiências não bastam ainda para solucionar muitas questões que existem dentro de nós mesmos e ao nosso redor.

Muita gente está preocupada e atravessando uma fase difícil, do ponto de vista financeiro. O desemprego e a crise instalada em nosso país quebraram os sonhos de milhões de pessoas. Há mais indigentes nas ruas, mais famílias passando necessidades e os que outrora tinham uma vida muito boa agora apertam os cintos para não descerem degraus na qualidade de vida. O que fazer quando as dificuldades financeiras nos ameaçam? Tenho uma sugestão: rezar, rezar e rezar.

Muita gente está preocupada e atravessando uma fase difícil do ponto de vista da saúde. A rotina maluca e as situações estressantes do cotidiano deixam as pessoas doentes, sem tempo para cuidarem de si mesmas. O bem-estar físico, psíquico e emocional são ameaçados e com isso é claro que a vida espiritual também acaba indo mal. O que fazer quando as tribulações corriqueiras se avolumam e nos ameaçam a paz interior? Tenho uma sugestão: rezar, rezar e rezar.

Muita gente está preocupada e atravessando uma fase difícil do ponto de vista dos relacionamentos. As pessoas se iludem umas às outras, num jogo de interesse egoísta entre si. Jogam-se frustrações ou expectativas exageradas sobre a pessoa amada, jogando sobre ela a responsabilidade de nos garantir uma felicidade total que simplesmente não existe neste mundo. Corações se quebram, lágrimas rola, feridas emocionais aparecem. O que fazer quando as confusões dos sentimentos maus resolvidos sufocam a nossa alegria de viver? Tenho uma sugestão: rezar, rezar e rezar.

Muita gente está preocupada com a fase difícil que o nosso país vem atravessando do ponto de vista eleitoral. Muitos brasileiros estão descrentes das nossas instituições, desconfiadas do Executivo, do Legislativo, do Judiciário, dos partidos políticos e da imprensa. Há um clima de animosidade constante e um certo medo no ar porque temos a responsabilidade de decidir novamente os rumos da nação. O que fazer quando ficamos atarantados diante dos dilemas que incomodam o nosso Brasil? Tenho uma sugestão: rezar, rezar e rezar.

O grande Santo Agostinho de Hipona descobriu o poder da oração depois que se converteu ao Cristianismo. Ele dizia que a oração é o encontro da sede de Deus e da sede da humanidade, sendo a oração a verdadeira chave que nos abre as portas do céu. O grande São Padre Pio de Pietrelcina, afirmava: “Reze, espere e não se preocupe. Deus é misericordioso e ouvirá a sua oração”. O grande São João Maria Vianney, padroeiro de todos os padres, costumava dizer: “Para que nossa oração seja ouvida, não depende da quantidade de palavras mas do fervor das nossas almas”.

Eu sei que tem muita gente aflita e angustiada tentando de tudo, os maiores absurdos, para encontrar a paz, a alegria e um pouco de felicidade neste mundo. Sei, também, que a grande maioria das coisas não funciona nesse objetivo, pois são meras ilusões passageiras. Infelizmente, sei ainda que poucas pessoas tenham solucionar seus problemas seguindo esta minha sugestão: rezar, rezar e rezar.

Deixo estas palavras, por insistência e por experiência própria. Disso dou testemunho da verdade: jamais Deus deixou de realizar na minha vida algo que eu tenha pedido insistentemente nas minhas orações. E se funcionou comigo, funcionará com qualquer pessoa. Pois Deus é o Pai de todos nós, não faz distinção de ninguém. Ele só está esperando um diálogo sincero e constante através da sua oração.

Preste atenção! Pode ser a solução!

Rezar, rezar e rezar.

Amém.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo