Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Oração da Seca

Crédito: pixabay.com Oração da Seca

Nesta seca interminável,
Causando miséria e dor
Num povo sofrido e afável,
Forte e batalhador,
Tu somente tens a chave
Dos céus – te pedimos, abre –
Caia a chuva com vigor.

 

Suave precipitação
Aguardamos com fervor,
Mas tendo a convicção:
Ninguém é merecedor;
Muito temos ofendido
Nosso próximo afligido
De injustiça e desamor.

 

Suplicamos teu perdão,
Instamos por teu favor;
Sara, pois, esta nação
Alço a voz neste clamor
– Vem, restaura a esperança
Do velho e da criança –
Por Jesus, o Rei, Senhor!

Comentários

É Tempo de Poesia

George Gimenes

George Gimenes

Formado em Engenharia Elétrica pela Unicamp, poeta por vocação, publica online no "Recanto das Letras" e em seu blog "O Engenheiro Que Virou Poeta". Possui também publicações em livro solo e em antologias. Natural de Itu, reside com sua esposa no Canadá.

Arquivo

8 dias atrás

Mãe Inexplicável

29 dias atrás

Provérbio do Amor

14 de abril de 2019

Agravada Ofensa

25 de março de 2019

Primavera ao Norte

11 de março de 2019

Minha Terra, Canto Meu