Colunistas

Publicado: Sábado, 20 de abril de 2019

O Mistério Que Muitos Não Experimentam

Crédito: Internet O Mistério Que Muitos Não Experimentam
Tem muita gente vivendo sem Deus porque nunca O buscou e, por isso mesmo, nunca O experimentou...

Na Liturgia Católica o último dia do Tríduo Pascal é chamado de Sábado Santo e muitos também o conhecem como “Sábado de Aleluia”. De fato, é na Missa da Vigília Pascal que o Cristo Luz Ressuscitado vence as trevas da morte. É por isso que cantamos inúmeros “aleluias” que expressam a nossa enorme alegria.

O Papa Bento XVI costuma dizer que a melhor catequese é uma liturgia bem celebrada. E ele está coberto de razão. Na liturgia da Missa da Vigília somos convidados a colocar os nossos cinco sentidos em alerta, a favor da Fé.

Com a visão, percebemos que a penumbra inicial dá lugar à luminosidade do Círio Pascal, a grande vela que simboliza o Cristo Ressuscitado, aquele que é a Luz do Mundo. Com a audição, somos convidados a escutar a Palavra de Deus e o silêncio da Quaresma dá lugar aos festivos cantos pascais. Com o olfato respiramos o perfume do incenso que leva as nossas preces e os nossos agradecimentos até o céu. Com o tato sentimos a Eucaristia em nossa boca, um pedaço do próprio Corpo de Cristo, um pedaço do Criador do Universo em nós. Com o paladar comungamos a Eucaristia e sentimos o sabor da vitória sobre a morte, pois quem é discípulo verdadeiro e fiel de Cristo ainda que morra, viverá.

A celebração do Batismo, dentro da Missa da Vigília Pascal, nos recorda que em Cristo somos criaturas novas, nascidas não para o pecado mas sim para a caridade. Renovamos as promessas batismais renunciando a todas as obras e influências de Satanás e reafirmando os pontos principais da nossa Fé.

Há neste mundo descrente, alguma gente que diz ser católica mas nunca participou de uma Missa da Vigília Pascal. É lamentável, pois só têm a perder... Quem deixa de celebrar junto com a comunidade nesse dia, acaba não experimentado junto com o próprio Cristo o gosto da vitória que ele conquistou para nós.

No Sábado de Aleluia o coração é preenchido de esperança e de paz. Por mais feias que andem as coisas ao nosso redor, é nessa hora que entendemos, lá no fundo do nosso coração, que o mal não prevalece; que a morte não vence no final; que a luz é mais forte que a escuridão; que o mal não dura para sempre e que depois desta vida continuaremos felizes na companhia de Deus, de Jesus, de Maria, dos santos e dos anjos.

Como dizemos na Fé, trata-se de um Mistério. Um grande Mistério, o maior deles. Mas para mim, mistério mesmo é saber como tanta gente não faz questão de experimentar tudo isso e, pior, de viver sem isso tudo. Tem muita gente vivendo sem Deus porque nunca O buscou e, por isso mesmo, nunca O experimentou...

Amém.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo

18 de setembro de 2019

Padre Bento e o Xis da Questão

7 de setembro de 2019

CATÓLICO MEIA-BOCA

25 de agosto de 2019

Chame o Padre!

Ariza Centro Veterinrio