Colunistas

Publicado: Terça-feira, 7 de agosto de 2018

O Homem Que Plantava Livros

Crédito: Renan Pereira / Itu.com O Homem Que Plantava Livros
O confrade Mylton com o confrade Bernardo Campos, durante posse na ACADIL em 2009.

Dizem que, nesta vida, todos deveríamos passar por três experiências: plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. Não creio que haja uma ordem correta para tal. O confrade Mylton Ottoni da Silveira foi um dos que conseguiu muitas realizações entre nós.

Sua paixão pela História e pela Literatura, para ficarmos em apenas duas das áreas da sabedoria humana, eram mais que evidentes. Seu trabalho à frente da Editora Ottoni impulsionou a carreira literária de milhares de pessoas pelo Brasil afora. Ele plantou livros e mais livros durante a vida. Estes deram frutos para si e para muita gente.

Algumas vezes visitei-o em seu antigo escritório, perto da Praça do Carmo. Sempre me recebeu com cortesia, dando-me os primeiros conselhos na arte de publicar livros. Durante o cafezinho amigo, partilhava inúmeras histórias.

Éramos confrades da Academia Ituana de Letras (ACADIL). Ele de 2009, eu de 2011. Seu antecessor na cadeira número 6 foi o saudoso jornalista Ednan Mariano da Costa, com quem convivi nos bastidores do jornal A Federação e cujo pai também se chamava Salathiel.

Confrade Mylton deixará saudade. Que Deus o acolha no reino celeste, enviando o devido consolo aos familiares e amigos que muito sentiremos sua falta.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo

13 dias atrás

CATÓLICO MEIA-BOCA

26 dias atrás

Chame o Padre!

27 de junho de 2019

Tudo, Menos Católico...