Colunistas

Publicado: Sábado, 24 de novembro de 2018

Naquele Porta-retrato

Naquele Porta-retrato

 

Naquele Porta-retrato

 

 Inaudito, o seu sorriso
Contagia o coração
Dele faz um paraíso
E desfaz a solidão

Sempre o tenho aqui comigo
Um bálsamo em profusão
Conforto por onde sigo
Seja qual a direção

Tempo voa – duro fato
Afiado bisturi –
Meu alento em seu retrato

Mais precioso que rubis
Naquele porta-retrato
Seu sorriso me sorri

Comentários

É Tempo de Poesia

George Gimenes

George Gimenes

Formado em Engenharia Elétrica pela Unicamp, poeta por vocação, publica online no "Recanto das Letras" e em seu blog "O Engenheiro Que Virou Poeta". Possui também publicações em livro solo e em antologias. Natural de Itu, reside com sua esposa no Canadá.

Arquivo

29 de setembro de 2019

New York

31 de agosto de 2019

Andorinhas

9 de agosto de 2019

Mãos Procuram-se

23 de maio de 2019

Saudade Sem Saída

12 de maio de 2019

Mãe Inexplicável

Ariza Centro Veterinrio