Colunistas

Publicado: Terça-feira, 18 de junho de 2013

Não chores!

X DOMINGO DO TEMPO COMUM

Junho, 9 – 2013   -   Ano “C”

Evangelho (Lucas, 7, 11-17)

...............................................................................................................................

“”   Naquele tempo, Jesus dirigiu-se a uma cidade chamada Naim.

Com Ele iam seus discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único; e sua mãe era viúva. Grande multidão da cidade a acompanhava.

Ao  vê-la, o Senhor sentiu compaixão para com ela e lhe disse:

“Não chores!”

Aproximou-se, tocou o caixão, e os que o carregavam pararam.

Então, Jesus disse:

“Jovem, eu te ordeno, levanta-te!”

O que estava morto sentou-se e começou a falar. E Jesus o entregou à sua mãe.

Todos ficaram com muito medo e glorificavam a Deus, dizendo:

“Um grande profeta apareceu entre nós e Deus veio visitar o seu povo”.

E a notícia do fato espalhou-se pela Judeia inteira e por toda a redondeza.  “”

..............................................................................................................................

Nada mais coerente e normal que pessoas cheguem até ao desespero em casos fortuitos de desgraças e principalmente quando da morte de um ente querido. A viúva, desconsolada, obviamente estava a chorar.

E mesmo assim lhe surge Jesus a dizer que não chorasse.

Trazer o jovem de volta à vida, filho único de mãe viúva, causou não espanto mas sim medo entre os acompanhantes do funeral. O menino sentado e falar novamente. E não era para menos.

Raramente se há de encontrar pessoas que também não prorrompam em choro e até desespero em situações análogas ou mesmo em situações outras de dificuldades de toda ordem. O “não chores” de Jesus nem seria escutado, tão longe esteja o homem em dias de hoje das coisas do alto.

A terra atrai força e veemência e custa muito entender de que o aqui é meramente passageiro.

De qualquer forma, nos desencontros da vida, diante de uma reflexão mais detida do quanto perto está Jesus de todos, que a lição deste evangelho se fixe em todos os fiéis.

Não chores.

                                                                     João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio