Colunistas

Publicado: Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Mulher X Violência

Mulher X Violência

Diz o ditado: ”Em mulher não se bate nem com uma flor”.

Palavras! Palavras!

Infelizmente, hoje as estatísticas mostram um índice estarrecedor. A cada quatro minutos, no Brasil uma mulher é espancada e, em muitos casos assassinada.

As delegacias especializadas estão repletas de denúncias e os hospitais cheios de laudos de pacientes espancadas pelos próprios maridos, sem contar os casos de violência não registrados.

Cada vez que uma mulher é agredida a sociedade também é agredida.

Os assassinos tentam justificar esses crimes hediondos alegando que “matou por amor”. Alguns especialistas chegam ao disparate de culpar a vitima por ter renegado um ‘amor’ tão grande.

Isso não é amor! É obsessão! Quem ama verdadeiramente não mata. Podemos classificar como crimes de ódio. Crimes de poder. Aderem àquele possessivo refrão: “se não ficar comigo, não fica com mais ninguém”. A violência doméstica e familiar contra a mulher é a expressão mais perversa do descontrole e desequilíbrio do poder masculino. Tais assassinos não admitem que possam ser dispensados.

Violência contra a mulher não tem desculpa, tem lei. Toda mulher tem direito a uma vida livre de violência.

Tenhamos a coragem de denunciar e, sem qualquer escrúpulo, vençamos o velho refrão: ”briga de marido e mulher não se mete a colher”. Fiquemos sempre atentos, a pessoa ao lado deve estar precisando de socorro e é nosso compromisso combater esse grave problema mundial.

Cada vez que uma mulher morre vitima da violência nosso coração se enche de luto, a reflexão é o que nos resta...

Ditinha Schanoski

Comentários

Varanda da Saudade

Ditinha Schanoski

Ditinha Schanoski

Jornalista ituana, trabalhou no jornal A Federação e é articulista de vários jornais e revistas. Membro da ACADIL, SACI, UARD, Gvcmi e outros grupos. Agraciada com diversos prêmios, como a Medalha Dom Gabriel. Nomeada Profissional Ético de 2014.

Arquivo

7 dias atrás

Vestindo a camisa

19 dias atrás

Uma pequena história

30 dias atrás

Veneza

12 de julho de 2017

Capitão Cintra

28 de junho de 2017

Ecos de Padre Bento