Colunistas

Publicado: Quarta-feira, 14 de novembro de 2018

MI-MI-MILITARES!

Crédito: Internet MI-MI-MILITARES!
Os brasileiros desejam que cada ministro, militar ou não, faça bem o seu trabalho em favor do nosso país.

Após a vitória de Jair Bolsonaro, estamos lidando com as expectativas a respeito da transição governamental e com a formação da futura equipe de Ministros. O presidente eleito já acertou em várias indicações, a mais expressiva delas referente ao Dr. Moro. Outros novos serão confirmados antes do fim deste ano. Esperemos que sejam pessoas do mais alto gabarito em suas respectivas áreas.

Fato novo, por assim dizer, é a nomeação de militares das Forças Armadas para alguns cargos ministeriais. O povo, a bem da verdade, aprova. Igreja e Exército continuam sendo as instituições mais confiáveis, segundo pesquisas realizadas anualmente. O que os brasileiros desejam, de modo geral, é que cada ministro, seja militar ou não, faça bem o seu trabalho em favor do nosso país.

Quem fica no constante mimimi contra os militares é a imprensa fake news, aliada e comprometida ideologicamente com a esquerdalha nacional. Utilizam como falso argumento fatos e situações ocorridos há mais de 50 anos, nos tempos do regime militar, completamente fora do contexto histórico. Tenho pena de quem acha que corremos risco de uma ditadura ao estilo bolivariano, até mesmo porque esta só aconteceria se o Brasil estivesse novamente sob o jugo dos esquerdocratas.

O que a imprensa fake news e esquerdinhas de plantão esquecem é do alto grau de preparação dos quadros das Forças Armadas. Ao contrário do que acontece no mundo do jornalismo, onde infelizmente muitos ainda são promovidos na base do puxa-saquismo e do teste do sofá; ou no mundo da politicagem, onde se alcança novos cargos à custa de propinas e conchavos escusos; para subir de patamar os militares estudam durante toda a sua carreira, sendo uma das classes ainda mais bem preparadas intelectualmente.

Não estou afirmando que todos os militares sejam gênios de QI elevado. Mas há que se concordar: nas Forças Armadas ninguém chega a Capitão, Coronel ou General, sem ter sido aprovado em inúmeros testes, provas e condutas. Embora desconfie que haja muitas toupeiras nos meios militares, pessoalmente não conheci até agora nenhum que deixasse em mim uma impressão negativa.

Se tivesse mesmo um pingo de honestidade, a imprensa fake news destacaria o elevado padrão curricular dos militares escolhidos para o ministério de Bolsonaro. Mas, para os canhotinhos em geral, estudar é coisa de pequeno burguês e a Educação apenas um instrumento com vias à doutrinação ideológica. Portanto, chega de mimimi contra os mimimilitares! Confiemos no futuro do Brasil, fazendo cada qual a sua parte.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo

19 de novembro de 2018

Uma Farsa Chamada Zumbi

14 de novembro de 2018

MI-MI-MILITARES!

13 de novembro de 2018

O Legado de Stan Lee