Colunistas

Publicado: Quinta-feira, 9 de junho de 2016

Maria da Caridade (In Memoriam)

Crédito: Manoel Salvador Oliveira (Maneco)/Arquiv Maria da Caridade (In Memoriam)
Como alguém tão simples pode ficar gravado assim em nosso coração? Até breve, Maria! Nos vemos no Céu!

Muitos não conhecem a história da Maria, em Itu.
Mesmo eu não sei muita coisa a respeito dela.
Pra quem vive no Centro da cidade, é uma figura icônica.
Quem nunca a via circulando? Quem não se apiedava dela?
Tinha limitações. Não tinha "boa aparência". Mas tinha amigos.

 

Por anos e anos foram centenas as pessoas que a ajudaram.
De alguma forma, mas ajudaram.
Fizeram muito? Fizeram pouco? Ajudaram mesmo? 
As respostas são muitas e controversas.

 

Para mim a Maria era um sinal, uma oportunidade.
Era um sinal da solidariedade que ainda falta no mundo.
Era uma oportunidade de fazer um bem, mesmo que pequeno.
Do ponto de vista teologal, das coisas de Deus, era uma Graça.

 

A Graça de praticar a caridade, que é o amor pelo próximo.
Não o "amor" sexualizado e egoísta que o mundo ensina.
E sim o Amor de verdade, sem interesses, feito de gestos concretos.
Das poucas vezes que a vi e ajudei, lembro de sair sempre feliz.


Feliz por ter ajudado um pouco. 
Feliz por tentar chegar perto desse Amor Divino.

Maria era uma chance de praticar a caridade.
E assim, pela caridade, uma chance de chegar mais perto de Deus.


Meu Mestre e Senhor Jesus Cristo disse muito sobre a caridade:

- nem um copo com água para um necessitado ficará sem recompensa;
- uma ação de caridade apaga uma multidão de pecados cometidos;
- no fim de tudo, é somente esse Amor-Caridade que levamos daqui;

 

Não sei sobre a espiritualidade da Maria.
Sou cristão, tenho minha fé em Jesus Cristo.
E rezo, ao saber de seu passamento, que ela descanse em paz.
Que seja acolhida no Reino do Céu, a Casa do Pai.
Lá onde há muitas moradas, principalmente para os pequeninos.
Pequeninos que tanto sofrem neste mundo, mas que terão recompensa.

 

O mundo é mesmo maravilhoso!
Como alguém tão simples pode ficar gravado assim em nosso coração?
Até breve, Maria! Espero que a gente se encontre no Céu!
Amém.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo

13 dias atrás

CATÓLICO MEIA-BOCA

26 dias atrás

Chame o Padre!

27 de junho de 2019

Tudo, Menos Católico...