Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 27 de abril de 2012

Mania de doença - Hipocondria

Mania de doença - Hipocondria
http://experiencing-freedom.tumblr.com/post/18521

Todos nós conhecemos uma pessoa que frenquentemente consulta o médico para poder confirmar se tem alguma doença grave, se tudo esta bem com sua saúde e que após a consulta continua com a ideia de que algo não esta bem mesmo com o parecer médico de que sua saúde está perfeita. Assim, diante dessa negativa, volta a procurar um médico, um novo médico o qual possa fazer o diagnóstico, já que o anterior nada encontrou e os “sintomas” estando ali tão presentes e de fácil visualização.

Diante dos comentários e suspeitas de doenças, aliados a tantas visitas médicas, dá pra desconfiar de que algo realmente não vai bem, porém a doença pode não estar localizada nesses sintomas averiguados pela própria pessoa e sim em outros relacionados a sua saúde psicológica.

A hipocondria pode ser conhecida popularmente como uma “mania de doença”, onde a pessoa desenvolve idéias de que pode estar com uma doença, geralmente grave, precisando consultar um médico para fazer o diagnóstico e mesmo após a confirmação de que está tudo bem, essas ideias tendem a permanecer. A pessoa, nesse caso, tira conclusões de suas sensações, procurando examiná-las minunciosamente para verificar se esta bem ou não. Diante desse “exame” muitas vezes essas sensações são interpretadas erroneamente, gerando a idéia de uma doença específica.

Esse quadro pode vir acompanhado de intensa ansiedade, prejudicando a vida da pessoa, já que a mesma vive altos e baixos em prol das doenças que julga ter.

Podemos notar que todos os transtorno geram um certo ganho para a pessoa. Neste caso, pessoas que sofreram mudanças em suas vidas no sentido de produtividade e “importância” muitas vezes encontram na hipocondria uma forma de ter a atenção almejada, porém não sem algum sofrimento tanto para a pessoa quanto para os familiares.

O sofrimento e os prejuízos sociais advindos do transtorno configuram uma situação onde o tratamento se faz necessário, buscando a compreensão desse comportamento bem como a melhora dos sintomas para poder recuperar aquilo que foi deixado de lado, seja o convívio com as outras pessoas ou mesmo o trabalho, retomando uma forma de vida mais saudável, estimulando outras formas de comportamento.

Essa atenção se faz necessária o quanto antes para evitar que a hipocondria se torno crônica. Quanto antes o tratamento ocorre, melhores são as chances de sucesso.

Comentários

Psicologia e Terapias Integrativas

Elaine Coimbra

Elaine Coimbra

Psicóloga, especialista em Acupuntura, Psicopedagogia e Gestão Avançada de Pessoas; Acompanhante Terapêutico (AT); Terapeuta Floral de Bach (Instituto Bach Centre) e Radiestesista Genética (RadGen).

Arquivo

29 de agosto de 2016

Moxabustão para aliviar a dor

21 de julho de 2016

Cromopuntura

2 de julho de 2016

Ventosaterapia

16 de junho de 2016

Terapia Floral de Bach

4 de junho de 2014

Conhecendo a Auriculoterapia