Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Mandalas - Conhecendo o significado

Mandalas - Conhecendo o significado

A palavra “Mandala” tem origem na linguagem clássica Indiana.

Muitas traduções e entendimentos são atribuídos à mandala.
 
Algumas culturas entendem apenas com uma forma de “círculo”. Mas a mandala é muito mais do que possamos imaginar.
 
Ela é o elemento da plenitude, organizador das nossas bases de vida, é o elemento que nos liga ao infinito, as energias cósmicas e ao mesmo tempo, é o canal que nos liga à nossa mente, interação entre o elemento externo, corpo e o interno.
 
Em todos os aspectos da nossa vida, a mandala se faz representar: no universo, através dos “círculos celestes” tais como o sol, a lua, a terra; na forma conceitual do círculo, representa a nossa roda dos amigos, família e comunidade.
 
Entendendo a Mandala, podemos nos mudar a nossa relação com o mundo, dos amigos, do planeta.
 
Nas artes plásticas, a mandala é a profusão de cores, o elemento ou formas geográficas e símbolos que nos levam ao estado contemplativo. Nas civilizações primitivas, o ciclo cósmico, representa o calendário anual. Na arquitetura brasileira, na Catedral de Brasília, encontramos a mandala (na planta do pavimento superior).
 
A Mandala é uma forma perfeita. Quando observada ou pintada, produz um efeito “movimento”, o movimento do universo, nosso movimento interior. Nossos processos e vivências são compreendidos e interpretados através deste movimento, da meditação. A mandala é um elemento para uso terapêutico e a sua eficiência depende da nossa reciprocidade e interação do momento.
 
No centro da mandala, temos a representação do homem. Na geometria o quadrado representa o mundo material, o círculo o mundo espiritual, da divindade e o triangulo, com vemos o mundo.
 
No jardim, a mandala poderá ser desenhada através de espaços circulares onde os elementos e cores das plantas utilizadas possibilitarão através da contemplação e utilização do espaço, a harmonia e paz interior ao usuário.
 
A mandala é bastante utilizada na harmonização dos ambientes quando aplicada a técnica do feng shui.
 
A melhor forma de captar e estar receptiva ao entendimento e sentimento da mandala é através da harmonia interior, conquistada através de uma alimentação equilibrada, ambiente harmônico e paz interior.
Comentários

Feng Shui na arquitetura e paisagismo

Thereza de Paula Leite

Thereza de Paula Leite

Arquiteta formada em 1980. Utiliza técnicas do Feng-shui desde 1990, em projetos residenciais. Atualmente, incorpora Feng-shui aos projetos, orientando na compra de terrenos, imóveis e estudos específicos. Atua também em prédios comerciais e industriais.

Arquivo

Ariza Centro Veterinrio