Colunistas

Publicado: Domingo, 12 de maio de 2019

Mãe Inexplicável

Crédito: imagem: matsu5 / shutterstock Mãe Inexplicável

 

 


        Mãe Inexplicável 


  

Mãe - quem pode compreender
Teu amor, teu bem-querer,
O altruismo do teu ser?

 

Mãe - Nome doce ao paladar,
Haverá como explicar
Tua fibra e força do amar?


Mãe - quão profuso é o teu carinho
Com que inundas os pintainhos
Teus, por todos seus caminhos!


Mãe - infinitos predicados - muito, muito obrigado!

 


 

N. do A.:  poema em "Decanato Poético", estilo criado pela poetisa Norma Aparecida Silveira Moraes,
                composto por 3 tercetos (respectivos versos rimando entre si) e um monóstico livre.

 


 

Comentários

É Tempo de Poesia

George Gimenes

George Gimenes

Formado em Engenharia Elétrica pela Unicamp, poeta por vocação, publica online no "Recanto das Letras" e em seu blog "O Engenheiro Que Virou Poeta". Possui também publicações em livro solo e em antologias. Natural de Itu, reside com sua esposa no Canadá.

Arquivo

17 dias atrás

Andorinhas

9 de agosto de 2019

Mãos Procuram-se

23 de maio de 2019

Saudade Sem Saída

12 de maio de 2019

Mãe Inexplicável

21 de abril de 2019

Provérbio do Amor