Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Itu Precisa Mudar?

Faltando apenas um ano para que Itu complete quatro séculos de sua fundação, vale a pena fazer uma reflexão sobre nossa querida cidade e perguntar: ela precisa mudar? No que pode melhorar? O que necessita ser banido e o que deve ser implantado no município? Seguem alguns tópicos relacionando breves pensamentos que tive ao pensar no futuro de nossa cidade.
 
Rodoviária Municipal
Por que Itu ainda não tem uma Rodoviária decente? Há anos que a nossa está aquém do que merecem os turistas e cidadãos da região. Uma Rodoviária maior poderia gerar uma série de outros serviços ligados à área de transporte, além de proporcionar mais comodidade aos usuários. O que aconteceu com aquela idéia de se construir uma nova e representativa Estação Rodoviária às margens da Rodovia do Açúcar, desafogando o centro da cidade do fluxo de ônibus e facilitando o acesso às principais rodovias da região?
 
Hospital de Porte
Não desmerecendo o enorme e benéfico trabalho que fazem a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital Sanatorinhos, os Postos de Saúde e empresas particulares instaladas na cidade, mas por que Itu não tem um hospital de grande porte e que atenda diversas especialidades? Algo como o Hospital Regional, localizado em Sorocaba? Por incrível que pareça, dependendo do caso muitos ituanos e ituanas são obrigados a procurar tratamento fora do município, dirigindo-se para hospitais da região.
 
Universidade Pública
Nem federeal e tampouco estadual: Itu não possui nenhuma universidade pública, para azar da juventude que gosta de estudar e pretende iniciar alguma carreira. O máximo que temos são cursos técnicos, aliás de qualidade. Mas e no que se refere ao terceiro grau? Os ituanos ficam dependentes das faculdades particulares ou então se desdobram para estudar em outras cidades. Até quando nossos jovens permanecerão reféns desta séria falta de opção?
 
Teatro Municipal
Louvável o papel que vem exercendo o TEMEC em Itu. Mas será que a sede do finado Ituano Clube, cravado no coração da cidade, não poderia servir como um espaço público para o desenvolvimento das artes cênicas? No piso térreo, duas salas de teatro de médio porte. No salão superior uma grande sala de teatro, para encenações e eventos de grande importância. Como não ficar triste com aquele prédio vazio, outrora palco de grandes acontecimentos da sociedade ituana, deteriorando-se a cada dia?
 
Paço Municipal
Como pode um município de quatro séculos não ter seu Paço Municipal? Como pode uma cidade de 400 anos não ter sua Prefeitura localizada em sede própria? É como alguém que casa e passa a vida sem preocupar-se em adquirir a casa própria. Até quando Itu ficará sem ter algo tão elementar?
 
Eis algumas das perguntas que me fiz por estes dias. Acredito que muitos ituanos têm diversas outras idéias a acrescentar. Todas as sugestões são válidas e esperemos que, no ano do Quarto Centenário, nossa cidade possa ao menos ver o embrião de novas idéias germinando em seu solo tão rico de história e sempre tão necessitado de modernidade.
        
Amém.
Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo