Colunistas

Publicado: Domingo, 31 de maio de 2015

Ide e fazei discípulos

Ide e fazei discípulos

 

 

 

FESTA DA SANTÍSSIMA TRINDADE

31 de maio de 2015 – Ano “B” de Marcos

Evangelho segundo Mateus, 28, 16-20

...............................................................................................................................

“”    Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado.

Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidavam.

Então Jesus aproximou-se e falou:

“Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei!

Eis que eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”     “”

...............................................................................................................................

Mistério que o comum da inteligência humana não alcança, a indivisibilidade una da Trindade Santa, mas a que os fiéis se ajoelham e, cônscios de sua pequenez e dependência, acreditam. Mais ainda, pia e reverentemente adoram, no fundo do seu coração.

Genuflexos, seus filhos reverenciam hoje O Pai, o Filho e o Espírito Santo !

No que concerne ao breve texto do evangelho desta festa magna, por mal comparar, poderia ser o evento tomado como se fora assim uma espécie de cerimônia de formatura dos onze apóstolos.

Ressurrecto, mais uma vez Jesus se mostra aos seus mais íntimos amigos, escolhidos a dedo e como se filhos fossem, para lhes conferir o mandato de continuadores da missão, de anúncio da Boa Nova a todos os povos.

Assegura-lhes todo o poder e afiança que em nenhum momento os deixará a sós, até o fim dos tempos.

Galardão e segurança que, em análise consequente, incumbe a todo cristão consciente em todos os tempos, vida afora. A nós outros, pois. Indistinta e solenemente.

Bom e apropriado este domingo da Santíssima Trindade para nos olharmos por dentro e nos examinarmos de como anda essa missão que é de todos e de cada um.

Recomendação útil, ainda, procurar refletir também no conteúdo da primeira e segunda leituras, deste domingo: (Deuteronômio 4, 32-34. 39-40) e (Romanos 8, 14-17).

                                                     João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

20 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio