Colunistas

Publicado: Sábado, 2 de abril de 2016

Gratidão

Gratidão

Ah, se não houvesse

O despertar da aurora,
O matiz do arrebol,
O frescor da manhã,
A lua e o sol,

A noite e o dia,
O frio e o quente,
O encanto da poesia,
O fruto e a semente,

O gotejar do orvalho,
O beija-flor a voar
O céu e as estrelas
O rio e o mar

O canto dos pássaros,
O cessar da dor
O cicio da brisa,
O perfume da flor

A solitude do silêncio,
A alegria da canção,
O abraço amigo,
O estender da mão,

O renovar do hoje,
O riso da criança,
O revelar da sabedoria,
A certeza da esperança,

O ombro para o choro
O carinho a acalmar,
O conforto do regaço,
A mulher para amar,

O livre-arbítrio,
A liberdade,
A justiça,
A verdade,

A saudade da partida,
O amor no coração,
A cura da ferida,
O perdoar do perdão,

E a promessa de Deus!…

Comentários

É Tempo de Poesia

George Gimenes

George Gimenes

Formado em Engenharia Elétrica pela Unicamp, poeta por vocação, publica online no "Recanto das Letras" e em seu blog "O Engenheiro Que Virou Poeta". Possui também publicações em livro solo e em antologias. Natural de Itu, reside com sua esposa no Canadá.

Arquivo

22 dias atrás

New York

31 de agosto de 2019

Andorinhas

9 de agosto de 2019

Mãos Procuram-se

23 de maio de 2019

Saudade Sem Saída

12 de maio de 2019

Mãe Inexplicável

Ariza Centro Veterinrio