Colunistas

Publicado: Terça-feira, 9 de novembro de 2010

ENEM se prepararam...

Crédito: Internet ENEM se prepararam...
Falhas no ENEM revelam o descaso com a Educação

As seguidas trapalhadas na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) revelam um traço triste do povo brasileiro: o despreparo. No caso, a incompetência recai sobre o Ministério da Educação. Como deixar de prever situações complexas tendo um ano inteiro para se preparar?

Ano passado a imagem do ENEM ficou manchada por conta de fraudes e vazamentos de provas antes do teste. Falha de segurança grave da gráfica contratada pelo Governo Federal, que não se preparou o suficiente.

Os estudantes foram prejudicados, pois uma nova prova foi marcada e algumas universidades não aceitaram matrículas com base na nota do ENEM, por ultrapassarem seus cronogramas de datas de inscrição de novos alunos.

Este ano a desorganização se repete: provas com páginas faltando, questões mal formuladas e até mesmo com informações erradas, folhas de resposta invertidas, desorientação dos fiscais e aplicadores, etc.

O ENEM é uma ferramenta importante para os estudantes brasileiros, principalmente para os que dependem de um bom desempenho para conseguir vaga em uma universidade de qualidade.

Todos os que passamos pelo drama dos vestibulares e da escolha da carreira, sabemos quanto é importante tal momento na vida. As pressões e cobranças pessoais são enormes, geram um estresse emocional, intelectual e psicológico.

Por isso e muito mais, o Ministério da Educação deveria dar mais importância à aplicação do ENEM, preparando-se com mais competência e cobrando um bom trabalho dos responsáveis pelo teste.

Infelizmente, episódios como este apenas corroboram o que todos sabemos: o descaso de sucessivos governos com a Educação no Brasil. Enquanto este assunto não for prioridade para nossos governantes, nosso país continuará crescendo a passos lentos.

- Faça seu comentário e mande sua sugestão de assunto para o artigo seguinte!

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é diácono transitório na Diocese de Jundiaí (SP) e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo