Colunistas

Publicado: Sábado, 9 de novembro de 2013

Em tom paternal

 

FESTA DE TODOS OS SANTOS

Novembro, 3, 2013   -    Ano “C”

Evangelho (Mateus, 5, 1-12)

............................................................................................................................... 

“”   Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se.

Os discípulos aproximaram-se, e Jesus começou a ensiná-los:

“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus.

Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.

Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.

Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.

Bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem e perseguirem, mentindo, disserem todo o tipo de mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”.   “”

...............................................................................................................................Jesus, no evangelho sobre as bem-aventuranças, como que se antecipa aos problemas e entraves da vida da humanidade.

Leva os fiéis para o pico da montanha – de onde é visto atenciosamente por todos – e cuida de confortar seus seguidores, a ponto de prevenir-lhes que males e sofrimentos podem acontecer a qualquer pessoa.

Pede então paciência e o se o infortúnio ocorrer a quem quer que seja – o aceite sem revolta – porque no final vai encontrar consolação.

Que se não dê abrigo ao desespero. Se a dor vier, o médico de todos afiança que dela vai cuidar a tempo e hora.

E tudo por quê?

Porque Jesus considera seus filhos – um a um e a todos – objeto de seu amor, incondicional, sempre!

É justamente para essas reflexões que o evangelho de Mateus convida , nesses doze versículos do monumental capítulo Cinco do Novo Testamento.

É Jesus, mais do que nunca, a falar em tom paternal aos homens de todas as épocas.

Um Deus, o único e verdadeiro.

E que ama.

                                                                              João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio