Colunistas

Publicado: Quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Em outubro e sempre...em defesa da mulher

Crédito: àlbum de família Em outubro e sempre...em defesa da mulher
Defender a mulher é mostrar a ela a porta da liberdade

Tenho visto inúmeros textos que, supostamente, defendem a mulher, porém são textos machistas, escritos por homens que não tem o mínimo conhecimento sobre a mulher, sobre o que é ser mulher, jamais vivenciaram os desejos e anseios da mulher. Seria bom que se abstivessem de falar sobre o assunto, pois mais atrapalham do que ajudam, incutindo na Sociedade ideias ultrapassadas, ideias que tão somente pretendem manter esta dominância masculina nefasta.

A defesa da mulher e da criança não é uma questão isolada, é uma questão da defesa da LIBERDADE HUMANA!  A liberdade de ir e vir, de fazer e desfazer, de escolher ou não escolher...Há que se ter consciência disso.

"A mulher é livre, nasceu livre, vive livre, não tem jeito!"(Mulher – Poeta Sidarta Martins)"

Procurado por uma Universidade para fazer uma palestra sobre a importância do "Outubro Rosa" respondi que faria uma palestra sobre a importância de cada dia, de cada hora, de cada minuto, na vida da mulher, já que cada minuto conta, pois a cada minuto uma mulher é agredida, violentada, ou assassinada, no Brasil e no mundo. Enquanto escrevo este texto, dezenas de mulheres estão sendo desrespeitadas em seu direito à LIBERDADE PLENA!

Se, de fato, estamos voltados para a defesa da mulher, precisamos defender e educar, primeiro, as crianças, precisamos educar os meninos para que  respeitem as meninas, desde tenra infância.

Há que se incutir nos meninos a "Cultura do Respeito às Meninas".

Precisamos criar, em todos os rincões, em todas as trincheiras, nas igrejas, em todas as escolas, principalmente nas mais isoladas, a consciência da defesa da Liberdade, em seu sentido amplo.

Escrevi este texto como uma homenagem singela a todas as mulheres do Mundo, mulheres que são, sim, todas elas, o reflexo do Divino.

 

Outubro Rosa.

Mas...É rosa mesmo?

 

Como tudo tem seu tempo

O tempo rosa da mulher é Outubro

Outubro, aqui, é rosa, início da Primavera

Início de um novo tempo, reinício da vida

Outubro, acolá, acima da linha do Equador

É tempo de recolhimento, início do Outono

Tempo de preparação para o que virá

Para o que virá depois, depois do cair das folhas

E as folhas das árvores maduras sempre caem

Como também, em sua época, caem as penas das aves

Para poderem voltar depois,

Mais atraentes, mais exuberantes

 

Exuberância...É isto que eu quero!

 

Quero ser exuberantemente bela

Quero ser exuberantemente atrativa

Quero ser “the most” em tudo...

Quero o melhor, o melhor mesmo!

Mas não quero só em Outubro

Não quero cuidar de meus seios

De meu ventre, de meu corpo

Para ser explorada em Novembro

Não quero ser lembrada em Outubro

Espancada em Dezembro e serviçal em Janeiro

Em Janeiro quero começar um novo ano

Novinho em folha, um ano novo de verdade

Quero recomeçar, quero deixar pra trás as tristezas

Quero uma vida nova, novinha em folha

Em Fevereiro, quero, aqui, aproveitar o calor e brincar o carnaval

Quero, acolá, deslizar na neve, fazer bolas brancas e brincar

Quero ser MULHER! Mesmo!

Quero plenitude quando chegar Março

E a Páscoa chegar para, novamente, renovar meu coração

Quero um novo amor, quero mais calor, quero esquecer a dor

Mas de VERDADE!

Quando Abril me trouxer, aqui, o Outono pleno

Enquanto acolá as flores estiverem desabrochando

Eu quero plenitude de vida, não migalhas que me são concedidas

Quero a vida plena de direito

O direito de amar, de ser amada, de passear, de ser convidada...

Quero exercer meu direito à vida, que me falaram em Outubro

O Outubro Rosa precisa perfumar minha vida o ano todo

Todinho mesmo...

Quando em Maio, aqui, comemorarmos o Dia Pleno da Mulher

Quero ver todas as mulheres felizes...

E eu quero ser feliz plenamente, e totalmente

Ah! Como quero, quero muito, muito mesmo

Assim, quando aqui, o Inverno chegar, em Junho

E acolá, o Sol, Astro Rei, brilhar intensamente

E com intensidade iluminar cada rosto feminino

Iluminar intensamente cada coração de mulher

Eu quero estar aquecida, e ser aquecida por mãos amigas

Não quero só aquecer, quero ser aquecida, no corpo e na alma

Não quero só dar, quero receber...

Não quero mais passar frio, e sentir o frio cortando por dentro

Não quero mais ser lembrada somente em Outubro...

Não!

Quero que Outubro Rosa se estenda para o ano todo

Assim, o ano todo saberei cuidada

E cuidarei de mim o ano todo

Serei amada o ano todo, a cada segundo

E amarei plenamente, o ano todo.

 

 

 

Comentários

Comunicação

Sidarta da Silva Martins

Sidarta da Silva Martins

Educador precoce lecionava, gratuitamente, Português, Matemática e História aos colegas do Regente Feijó, em Itu. Professor universitário e pesquisador, afirma nas palestras que faz: "A Educação deve formar o cidadão global, e o homem bondoso universal!"

Arquivo