Colunistas

Publicado: Terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Ele vela por todos

Quarto do Domingo Comum.

30 de janeiro. 2011

Evangelho consoante São Mateus.

Primeiros doze versículos do capítulo 5.

*    *    *    *    *

“”  Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e Jesus começou a ensiná-los:

“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem -aventurados os aflitos, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o tipo de mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”.  “”

*    *    *    *    *

As bem-aventuranças, explicitadas por Mateus, uma página alta dos evangelhos de Nosso Senhor Jesus.

Dentre tantas, com características de amor provado ao homem, estas palavras, as de consagradora e confortável expressão.

O sofrimento  seja qual for, preocupa o coração amoroso de Jesus.

Sabedor dos limites do ser humano, oferece-lhe o aval de uma recompensa à altura da sua resignação.

Mas que também, resignação, aqui, não implique em significar submissão e braços cruzados ante os excessos bem à molde de espíritos mal formados. É que frequentemente, no mundo injusto e insensato, padecem as pessoas, principalmente a injustiça contra si, sem possibilidade de que ao menos se expliquem ou se defendam.

Conclui o Mestre que tanto maior a recompensa ainda, se as dores forem padecidas por causa do nome dele. É que Jesus sabia que o seu nome muitas vezes incomoda.

Fique-se pois com o conforto de sua presença e assistência, mesmo quando tudo pareça aparentemente perdido.

                                                                                           João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

20 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio