Colunistas

Publicado: Segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ele sempre ampara a todos

Ele sempre ampara a todos

 

 

PRIMEIRO DOMINGO DO ADVENTO

29.11.2015 – Abertura do Ano “C”, de Lucas

 Evangelho  (Lc, 21, 25-28.34-36)

...............................................................................................................................

“”    Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

“Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas.

Os homens vão desmaiar de medo só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas.

Então eles verão o Filho do homem vindo numa nuvem grande com poder e glória.

Quando essas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima.

Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriagues e das preocupações da vida e esse dia não caia de repente como uma armadilha sobre todos os habitantes da toda a terra.

Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força de escapar de tudo o que deve acontecer e para ficares em pé diante do Filho do homem”.  “”

...............................................................................................................................

Em primeiro lugar, é de se repetir o que fora já lembrado na semana anterior, justamente o fato de que o Ano Litúrgico católico não se enfeixa exatamente com as datas do ano civil. Para a Igreja, numa força de expressão, dir-se-ia que hoje é dia de ano novo.

Isto posto, já de início, é preciso também não enxergar o texto do evangelho deste primeiro domingo, de São Lucas – o Ano “C” a ele é atribuído - como uma ameaça nem tanto como uma advertência dura de Jesus. Antes, pelo contrário,. neste evangelho, Ele, Jesus, chega tempestivamente, a tempo e hora, de informar a seus fiéis que o dia do Juízo virá mesmo.

São, portanto, conselhos acauteladores do Mestre. Sinal de apreço e prova de amor dele para com a humanidade.

Para os que nele creem e se esforçam por seguir-lhe os passos, é tentar de todo modo, embora haja percalços, que justamente sempre será possível a qualquer ser humano recuperar-se se porventura claudicar nos seus deveres de cristãos.

Assim e justamente porque Cristo anda ao lado de cada um, embora não seja visto, ao primeiro e mínimo sinal de arrependimento de eventuais culpas, pode você sentir de novo a mão dele no seu ombro.

Ele ampara sempre a todos.

                                                                                              João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

18 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio