Colunistas

Publicado: Quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Diplomados com louvor

V DOMINGO DO TEMPO COMUM

Fevereiro, 10 – 2013  -  Ano C

Evangelho (Lucas, 5, 1-11)

...............................................................................................................................

“”    Naquele tempo, Jesus estava na margem do lago de Genesaré, e a multidão apertava-se ao seu redor para ouvir a palavra de Deus.  Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago. Os pescadores haviam desembarcado e lavavam as redes.

Subindo numa das barcas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois, sentou-se e, da barca, ensinava as multidões. Quando acabou de falar, disse a Simão:

“Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca”.

Simão respondeu:

Mestre, nós trabalhamos a noite inteira e nada pescamos. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes”.

Assim fizeram e apanharam tal quantidade de peixes, que as redes se rompiam. Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca, para que viessem ajudá-los. Eles vieram , e encheram as duas barcas, a ponto de quase afundarem. Ao ver aquilo, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo:

“Senhor, afasta-te de mim, porque sou um pecador”.

É que o espanto se apoderara de Simão e de todos os seus companheiros,

por causa da pesca que acabavam de fazer. Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão, também ficaram espantados.

Jesus, porém, disse:

“Não tenhas medo! De hoje em diante tu serás pescador de homens”.

Então levaram a barca para a margem, deixaram tudo e seguiram a Jesus.    “”

...............................................................................................................................

A maneira de Jesus para escolher seguidores é diametralmente oposta ao critério humano. Submetidos os nomes desses primeiros, pescadores exímios e experimentados no seu mister, eram no entanto essencialmente simples e de hábitos rudes.

E ali mesmo, sem mais delongas, escolhe o desajeitado Pedro para conduzir a Igreja.

 Certamente que no momento o apóstolo terá estranhado esse dizer esdrúxulo que o qualifica para pescador de homens.

O mais importante é que se decidiram de pronto, sem mais perguntas, inclusive ao ,deixar para trás o próprio trabalho.

Aos poucos Jesus formou uma equipe  que, na verdade, concluíu um aprendizado do mais inefável dos cursos, o do exercício do amor ao próximo.

Diplomados com louvor !

                                                               João Paulo

                                                               

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

18 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio