Colunistas

Publicado: Sábado, 13 de janeiro de 2018

Cristãos de agora, apóstolos de hoje

2º. DOMINGO DO TEMPO COMUM

Liturgia do Ano “B” – 14.01.2018

Evangelho segundo João 1, 35-42

........................

 

“”””    Naquele tempo, João estava de novo com dois de seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse:

“Eis o Cordeiro de Deus!”

Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus.

Voltando-se para eles e vendo que o estavam seguindo, Jesus perguntou:

“O que estais procurando?”

Eles disseram:

“Rabi (que quer dizer mestre), onde moras?”

Jesus respondeu:

“Vinde ver”.

Foram, pois, ver onde ele morava e, nesse dia, permaneceram com ele.

Era por volta das quatro da tarde. André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram as palavras de João e seguiram Jesus. Ele foi primeiro encontrar seu irmão Simão e lhe disse:

“Encontramos o Messias” (que quer dizer Cristo).

Então André conduziu Simão a Jesus.

Jesus olhou bem para ele e disse:

“Tu és Simão, filho de João; tu serás chamado Cefas” (que quer dizer pedra).    “”

........................

 

Impressiona fortemente o poder de atração sobre as pessoas – os primeiros discípulos – que de pronto, um a um, passam a incorporar o séquito de Jesus. Houve momentos em que Jesus deles se aproximou e os convidou, mas também é quase repetitiva a maneira de como apenas de passagem, o Mestre, aos poucos, os incorpora num momento em que Jesus simplesmente caminhava na sua missão. Passam os evangelhos a ideia de que todos eles, antes de terem visto o Mestre, impressionam-se com ele nas suas andanças e engrossam as filas dos primeiros discípulos, a deixar tudo e sem olhar para trás.

É permitido também, pelo menos intuir, que muito desse deslumbramento, ao ver Jesus, surge como efeito e eficácia das pregações de João Batista, o precursor, a despertar em princípio curiosidade apenas sobre quem seria esse personagem, tão anunciado.

Lição para nós outros.

A de não perder azo de exercer esse espírito apostólico. Discretamente, sem alarde nem intuitos impositivos, mas estar sim atentos a momentos que não são poucos, em que o testemunho pessoal, discreto, se transforma em sugestão e convite a outrem.

Cristãos de agora, apóstolos de hoje.

                                                                                  João Paulo

 

 

 

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio