Colunistas

Publicado: Domingo, 24 de agosto de 2014

Convicção e fé

 

TEMPO COMUM – 21º. DOMINGO – Ano “A”

24 de março – 2014

Evangelho de Mateus, 16, 13-20

..............................................................................................................

“”    Naquele tempo, Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e aí perguntou a seus discípulos:

“Quem dizem os homens ser o Filho do homem?”

Eles responderam:

“Alguns dizem que é João Batista; outros, que é Elias; outros, ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”.

Então Jesus lhes perguntou:

“E vós, quem dizeis que eu sou?”

Simão Pedro respondeu:

“Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.

Respondendo, Jesus lhe disse:

“Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha igreja e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.

...............................................................................................................

Sobremodo reconfortante a garantia solene proferida por Jesus, ao ratificar a condução da barca da Igreja a Pedro e proclamar naquele mesmo ato que o maligno jamais sobrepujará a Igreja e, bem assim, os seus seguidores fiéis.

Ao longo dos séculos a Igreja de Cristo, mesmo em meio a procelas, sai-se airosa de suas dificuldades, exatamente porque no leme dessa nau está a figura de Pedro, sucedida, impertérrita, desde dele até o Papa Francisco.

Hora de lembrar também a força espiritual da Comunhão dos Santos, recordada diariamente na reza do Credo, na qual se soma a força das orações e mérito da Igreja triunfante no céu, com as almas que se depuram no Purgatório, e, também ainda, da militante, esta constituída pelos mortais que ainda mourejam na terra, fiéis a Jesus.

Reflexão, pois, desta ordem, sirva para encher de confiança e fidelidade os seguidores do Mestre, sempre e ao longo de todos os tempos.

Amém.

                                                                                                             João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

20 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio