Colunistas

Publicado: Terça-feira, 1 de agosto de 2017

Chega de Ateísmo: O Mundo Odeia a Fé

Crédito: Internet Chega de Ateísmo: O Mundo Odeia a Fé
Oremos pelos mestres da intolerância, os doutores em ódio contra Deus, a fé, a Igreja e os cristãos.

Com o presente artigo finalizo a série, publicada ao longo do semestre passado, que teve o ateísmo como pano de fundo. No total foram quatro com esse tema. O saldo, graças a Deus, sempre é positivo. Foram mais de 16 mil acessos, repercutindo também nas redes sociais.

Deixei bem claro, em todos os artigos, que o objetivo principal foi o de fazer as pessoas pensarem a respeito, já que se trata de um assunto repleto de complexidades e contradições aparentes: há quem seja ateu e não sabe; tem ateu que é mais honesto em seu ateísmo do que muito religioso em sua espiritualidade. E por aí vai...

Sempre ressaltei que tenho inúmeras amizades que se declaram adeptas do ateísmo, em variados graus de profundidade. Concluí cada artigo afirmando e reafirmando que precisamos ter boa vontade com os ateus, procurando compreender os seus motivos, mas sem também deixar de lhes mostrar os pontos de vista a partir da fé e dos diversos modos de experenciá-la. Em todos os artigos pedi orações pelos ateus, para que possam um dia encontrar algum sinal de Deus em suas vidas.

Digo que o saldo foi positivo porque a grande maioria dos leitores manifestou-se, publicamente ou por email, compreendendo o espírito da coisa e contente pelo conteúdo apresentado. Por não  serem dirigidos a um público especializado, os artigos foram curtos e simples, sem a profundidade de teses acadêmicas ou complexas abordagens filosóficas e teológicas. Mesmo assim, serviram ao seu propósito.

Infelizmente, uma pequena parcela dos leitores não entendeu o espírito da coisa. Uns poucos quiseram debater de verdade, com interesse e respeito, solicitando inclusive algumas fontes, livros e sites de referência sobre o tema. Houve também um grupelho de revoltadinhos que partiu para agressões verbais e mimimis, deixando mais que evidente o seu ódio por aqueles que falam de Deus e da Igreja. Graças a Deus não me incomodo com isso, nem me apavoro e muito menos desanimo. Sei muito bem a Quem estou servindo e qual é o "prêmio" (sic!) que o mundo tem para mim.

Eu sirvo a Jesus de Nazaré, o Cristo, o Ungido, o Filho de Deus que se fez Homem, que foi morto pelo mundo mas que ressuscitou dos mortos, que venceu a morte, que vive e reina até hoje de modo misterioso na Igreja que é dele.

O que faço, o que falo, o que escrevo, não o faço por mim mesmo. Já passei da idade de me iludir com status e elogios, bem como de temer alguma decepção ou perseguição por causa do Evangelho. O meu trabalho, o meu apostolado, é proclamar essas e outras verdades reveladas pelo Nazareno. Quem tiver ouvidos para ouvir, que ouça. Os que não quiserem ouvir, por pura birra ou má vontade, não serei eu quem os irá convencer e muito menos converter.

Meu Mestre Jesus ensinou para mim e para todos os seus discípulos o seguinte: "Se o mundo odeia vocês, lembrem-se de que antes o mundo odiou a mim. Se vocês fossem do mundo, eles gostariam de vocês. Mas, como vocês não são do mundo porque eu os escolhi para mim, então é por isso que o mundo os odeia. Lembrem-se: vocês não são maiores ou melhores que eu. Se me perseguiram, perseguirão vocês também. E farão tudo isso por causa do meu nome, porque não conhecem o meu Pai, que me enviou. Quem me odeia, odeia o meu Pai. E isso é para que se cumpra a profecia: odiaram-me sem causa alguma" (cf Jo 15, 18-25).

Não espero nenhuma outra "recompensa" (sic!) deste mundo além  de ódio e de perseguição, pois foi isso também o que este mundo deu para o meu Mestre Jesus. Mesmo assim a Misericórdia de Deus é maior e vamos plantando as boas sementes do Evangelho ao longo do caminho. O que vivo de bom na minha vida, ainda neste mundo, é porque Deus me dá, ciente das minhas fraquezas e necessidades. Felicidade plena? Satisfação completa? Só na vida eterna, vendo Deus face a face e habitando nem que seja o limiar da casa do Senhor, o seu Reino.

Por ora, chega de ateísmo. Tenho outros assuntos para abordar, há inúmeros temas a explorar. Para que não reste sombra mínima de dúvidas, termino exortando a todos que rezem muito pelos ateus, principalmente por intenção daqueles que são mestres em intolerância e doutores em ódio contra a Igreja e os cristãos.

Amém.

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista e professor, iniciou sua carreira em 1996. É colunista do Itu.com.br desde 2005 e membro da Academia Ituana de Letras desde 2011. É seminarista na Diocese de Jundiaí, atualmente cursando Teologia.

Arquivo