Colunistas

Publicado: Sábado, 2 de junho de 2018

Bom senso, sempre

REFLEXÃO DOMINICAL – 3.6.2018

9º. Do Tempo Comum – Ano B de Marcos

Evangelho (Marcos, 2, 23-28)

........................................

 

“”    Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam.

Então os fariseus disseram a Jesus:

“Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?”

Jesus lhes disse:

“Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidades e tiveram fome?

 Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus e os deu também a seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães”.

E acrescentou:

“O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado”.

 

..............................................

 

Um trecho nos evangelhos – este e hoje, versículos do 23 ao 28 do capítulo 2 – por demais sucinto, com Jesus a explicar que a fixação de preceitos espirituais, visa em muito as necessidades humanas.

Bem postas então as verdades bíblicas – todas elas – desde os preceitos antigos como os novos, aperfeiçoados por Jesus, mas sem dano ou pouco caso a muitos do Antigo Testamento, adequados ao seu tempo.

Daí o espanto dos fariseus, ao verem seguidores de Jesus a colher espigas no sábado, finalidade precípua naquela hora, à falta de outra alimentação.

E arrematou Jesus:

“Portanto, o Filho do homem é senhor também do sábado.”

Amém.

                                                                                 João Paulo

 

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio