Colunistas

Publicado: Sábado, 28 de maio de 2011

Barcelona Inevitável

Crédito: Internet Barcelona Inevitável
Assistir a um jogo como esse é um privilégio!

Acabo de assistir ao duelo entre Barcelona e Manchester United, na final da Champions League. Foi uma disputa e tanto, com ótimas jogadas. Futebol de verdade, com lances limpos e sem baixarias. Tudo executado de modo perfeito, desde a presença dos torcedores no moderníssimo estádio de Wembley, em Londres, na Inglaterra.

O Barcelona é tetracampeão europeu. E olha que o elenco do Manchester é o atual campeão inglês, de grande qualidade. O placar de 3 a 1 para os espanhóis foi mais do que justa. Mesmo com a experiência do técnico Alex Fergusson e o talento dos jogadores, o time inglês não conseguiu superar Lionel Messi e companhia.

O argentino, aliás, quebrou um tabu: pela primeira vez marcou um gol em solo inglês. Fez uma boa partida e marcou o segundo gol. Mas o gol mais bonito foi o terceiro, de David Villa. Impressionante comparar uma partida desse nível com os jogos que temos no Brasileirão. É sem comparação. A CBF e os cartolas ainda têm muito o que aprender...

Não sou barcelonista. Assim como não sou madridista. Na verdade o meu coração de torcedor pulsa é pelo Chelsea (ING). Mas acima de tudo, sou torcedor do bom futebol. O esporte mais seguido no mundo inteiro, mais apaixonante entre todos. Assistir uma ótima partida, com a adrenalina de uma final de campeonato, é sempre satisfatório.

Barcelona e Manchester escrevem assim mais uma bela página no mundo do futebol. Aos espanhóis, o reconhecimento de melhor time do mundo na atualidade (ou alguém tem dúvidas?). Aos ingleses, a solidariedade. O Manchester é também uma equipe impressionante.

Quem levantou a taça de campeão não foi o cultuado capitão Carles Puyol, mas sim o francês Eric Albidal. Ele que em março se afastou do time para retirar um tumor no fígado. Exemplo exemplar (a redundância é proposital) de superação. Uma das cenas mais emocionantes do universo esportivo.

Em resumo, tive um ótimo presente de aniversário. Hoje em dia, perder para o Barcelona não é vergonha alguma. É simplesmente inevitável.

- Faça seu comentário e mande sua sugestão de assunto para o artigo seguinte!

Comentários

Visão de Mundo

Salathiel de Souza

Salathiel de Souza

Jornalista, professor e teólogo, iniciou carreira em 1996. Membro da Academia Ituana de Letras, é sacerdote católico apostólico romano e autor de "Tudo Pela Missão! - Minha Experiência Missionária em Roraima".

Arquivo