Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 10 de maio de 2019

As Mãos de minha Mãe

As Mãos de minha Mãe

            Uma doce prece à minha mãe, Isabel Lazzazzera Martin, que se viva fosse neste mês de fevereiro de 2019 completaria 100 anos.

            “O bonito desta vida é poder costurar sonhos, bordar histórias e desatar os nós de nossos dias”.

No tecido da história familiar as mãos de minha mãe, reforçaram as costuras...

Criaram moldes para vestidos e camisas.

As mãos de minha mãe uniram com alinhavos, fizeram bainhas...

Juntaram retalhos... Seguraram agulhas e botões...

Bordaram maravilhas... Fizeram rosas de crochê...

Seguraram-me com linhas mágicas em seu colo para me amamentar...

Foram mãos que salvaram vidas, bordados que criaram histórias.

Um exemplo de mulher!

Sinto saudade de tudo isso. Acho que a maior saudade que tenho é a saudade de tudo que acreditei...

Hoje, trago comigo as lições que hão de ficar para sempre, algumas toalhas de crochê, tapeçarias bordadas por ela... Trago também para sempre uma lembrança forte, de suas mãos sempre em movimento...

E sei muito bem que onde ela estiver, com as mãos postas, ainda faz orações por mim. Saudades! Mãe preciso do seu colo e da sua presença...

Sua benção!

Ditinha Martin Schanoski

Comentários

Varanda da Saudade

Ditinha Schanoski

Ditinha Schanoski

Jornalista ituana, trabalhou no jornal A Federação e é articulista de vários jornais e revistas. Membro da ACADIL, SACI, UARD, Gvcmi e outros grupos. Agraciada com diversos prêmios, como a Medalha Dom Gabriel. Nomeada Profissional Ético de 2014.

Arquivo

13 dias atrás

100 cronicas

30 dias atrás

História do jequitibá

7 de junho de 2019

Cadê Você

7 de junho de 2019

Cadê Você

20 de maio de 2019

Poema