Colunistas

Publicado: Terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Apóstolos da hora

TEMPO COMUM – 5º. DOMINGO – ANO “A”

09.02.2014 – Evangelho (Mateus, 5, 13-16)

......................................................................................................................................

“”   Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

“Vós sois o sal da terra.

Ora, se o sal se torna insosso, com que salgaremos?

Ele não servirá para mais nada, se não para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.

Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde brilha para todos que estão na casa. Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus”.   “”

................................................................................................................................................

Um mínimo de palavras, quatro ligeiros versículos e um conteúdo que leva a profundas reflexões, uma vez considerado o apelo de Jesus em confronto com o que realmente se vive hoje em termos de apostolicidade.

Este humilde espaço semanal, desde seu lançamento, consagra o enfoque de algumas pinceladas apenas, em face dos ensinamentos de Jesus. Não se destina a digressões e aprofundamento dos assuntos.

Mesmo assim, diante dos fatos e dos dias que se vive, em países católicos que em tese fariam espargir o evangelho noutras plagas, mesmo eles deixam a desejar.

As igrejas cheias aos domingos, percentualmente ao cômputo do total de habitantes de uma cidade, demonstram a não vivência cristã – ou bem pouca pelo menos – do povo brasileiro em geral.

Padre, na concepção do texto sagrado, deveria estar à procura de novos fiéis e ao atendimento devotado dos que já se filiaram à Igreja. O Papa Francisco falou ontem e parece que se suas palavras agradaram na hora mas ainda não surtiram efeito visível: vamos sair das sacristias.

Ouviu-se inclusive, alhures e algures, o impropério de que a um vocacionado moderno lhe convenha ter tino administrativo!

Bens terrenos, fiquem por conta dos próprios seguidores leigos, voluntários. Sempre existem aqueles poucos que se disponham a fazê-lo, coletados do meio do povo.

Hora e vez de relatar aqui um caso – que não seja rotina absolutamente – de que procurado um frade à noite, fora de hora, atendeu carinhosamente o fiel que o procurara.

Não se sabe, se mais causa pena ou se dói mesmo, verificar que seminários que abrigavam centenas de candidatos Brasil afora, estão atualmente ocupados em outras atividades, principalmente transformados em escolas e faculdades.

De qualquer modo, o sal da terra pode também ser distribuído por fiéis não consagrados. Uns e outros, apóstolos da hora.

                                                                                                        João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

20 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio