Colunistas

Publicado: Terça-feira, 30 de outubro de 2018

Ao que sou grata nessas Eleições

Crédito: Deborah Dubner Ao que sou grata nessas Eleições
Praticar a Gratidão em tempos difíceis é possível e necessário.

Resolvi fazer esse difícil exercício após tão conturbado período eleitoral no Brasil. E por incrível que possa parecer, encontrei muitos motivos para agradecer.

Sou grata por ter conseguido acolher polaridades dentro de mim, quase impossíveis de coexistirem.

Sou grata por ter me interessado mais pela política e por ter escolhido, pela primeira vez, expressar minhas posições. E por ter visto a política fazendo parte das conversas de tantos brasileiros, como nunca antes.

Sou grata por não ter cortado relações com ninguém, e nem deixado de admirar as pessoas que amo, mesmo quando escolheram caminhos diferentes do meu.

Sou grata por ter um pai que votou em A e uma mãe que votou em Z, um filho que votou em A e uma filha que votou em Z. E isso me fez rever minhas crenças, libertar minhas convicções e olhar com os olhos de cada um deles para compreender.

Sou grata por ter exercitado (nem sempre) as qualidades da paciência, tolerância e escuta.

Sou grata por ter conseguido silenciar e me recolher em muitos momentos. E também expressar e influenciar.

Sou grata por ter escrito três textos que me ajudaram a clarear meus sentimentos e pensamentos(Somos Todos Influenciadores, Me toma de Espanto e A Bandeira do Amor)

Sou grata por ter conseguido votar convictamente em quem eu acreditava no primeiro turno, sem me deixar influenciar por pesquisas e opiniões alheias. E por ter escolhido um voto de amor no segundo turno.

Sou grata por todas as manifestações de amor, união e alegria que vi nas ruas e nas redes sociais.

Sou grata por fazer parte de uma grande família - das Danças Circulares - e ter sentido apoio e encorajamento em muitos momentos.

Sou grata por ter dançado de mãos dadas no círculo muitas e muitas vezes, como focalizadora e participante durante este período. E em todas as vezes sem exceção, a roda me ajudou a me conectar com o essencial e me trouxe quietude e paz interior.

Sou grata por todas as oportunidades que tive de colocar em prática a minha fala e o que acredito. E não foi fácil.

Sou grata por viver no Brasil e apesar de tudo ter ainda tanta esperança.

Sou grata por ter me dado conta em todo este processo que eu sei muito pouco, quase nada, do que pode acontecer. Mas compreendi que o que está ao meu alcance fazer independe do que possa acontecer. Continuarei, através da escrita, das danças e do convívio, cultivando o amor dentro de mim e para todas as minhas relações. E sim... Praticando o olhar de Gratidão!

Deborah Dubner tem plantado sementes de Gratidão com o seu livro "A Prática da Gratidão" e também em rodas de conversas, palestras e workshops. Inspirações que acordam o olhar para novas possibilidades, principalmente em tempos difíceis.

Comentários

A Prática da Gratidão

Deborah Dubner

Deborah Dubner

Psicóloga, escritora, Focalizadora de Danças Circulares. Idealizadora da Pratica #umagradecimentopordia, que se tornou um Movimento de Gratidão. Autora de quatro livros, publicou em 2018 "A Prática da Gratidão", que tem sido tema de rodas de conversa.

Arquivo

30 de outubro de 2018

Ao que sou grata nessas Eleições

14 de outubro de 2018

Alegria Perfumada

21 de setembro de 2018

Dia Mundial da Gratidão

12 de setembro de 2018

Por tudo isso